Internacional

Resenha: Os Bons Segredos

09:00


Título: Os Bons Segredos
Autor(a): Sarah Dessen
Editora: Seguinte
Páginas: 408
Ano de Publicação: 2015
Gênero: Drama/Jovem Adulto
Nota: 4/5
Obs: Este livro foi cedido pela editora
Sinopse: Há segredos muito bons para serem guardados — e livros muito bons para serem esquecidos. Sydney sempre viveu à sombra do irmão mais velho, o queridinho da família. Até que ele causa um acidente por dirigir bêbado, deixando um garoto paraplégico, e vai parar na prisão. Sem a referência do irmão, a garota muda de escola e passa a questionar seu papel dentro da família e no mundo. Então ela conhece os Chatham. Inserida no círculo caótico e acolhedor dessa família, Sydney pela primeira vez encontra pessoas que finalmente parecem enxergá-la de verdade. Com uma série de personagens inesquecíveis e descrições gastronômicas de dar água na boca, Os bons segredos conta a história de uma garota que tenta encontrar seu lugar no mundo e acaba descobrindo a amizade, o amor e uma nova família no caminho. 


Eu ainda não sei bem o que dizer desse livro para vocês, ele me despertou tanta coisa que ainda depois de duas semanas dele lido ainda tenho essa dificuldade de me expressar. Ele me deu raiva, emoção, tristeza, solidariedade, me deu tantos sentimentos que eu tento reprimir ao longo dos meus dias que foi complicado a leitura.

Bom esse foi meu primeiro contato com a autora Sarrah Dessen, não sei se será o último, porém não sei quando será o próximo contato. Mas antes de tudo gostaria de agradecer a Editora Seguinte por ter me concedido esse livro nesta parceria que espero que não seja a última, mas sim a primeira de muitas.


O livro conta a história da família de Sidney, vinda de um conforto de economia classe média alta, sempre estudou nas melhores escolas do estado, carro bom, casa grande, tudo do melhor, a família se resumia nela, seus pais, e seu irmão Peyton, o primogênito. Seu melhor amigo na verdade, até certo ponto. O livro já começa mostrando o destino de Peyton sendo traçado.

Como eu disse, Peyton é o filho mais velho, e foi o melhor amigo de Sidney até certo ponto de sua adolescência, depois começou a invadir casas, se drogar, beber sem se preocupar com o amanhã, sua família começa a tentar reverter esse quadro até que um acidente que envolve Peyton deixa um menino paraplégico e com isso o sentenciando a mais de um ano de cadeira.
"-O que houve?
Engoli em seco. E depois, do nada, comecei a falar:
-Meu irmão está preso por dirigir embriagado. Ele deixou um garoto paraplégico. E eu o odeio por causa disso."
Na verdade, é aí que o livro começa de verdade, começamos a ver melhor a rotina de Sidney e de sua família, mostrar o quanto uma família pode mudar por conta de um fato, vendo que as coisas não andam bem em casa, principalmente no quesito financeiro da família, Sidney pede para mudar de escola de sua particular para uma publica, alegando que gostaria muito de mudar de ares, já que em sua antiga escola todos a conheciam como a irmã do menino problemático.

Conseguindo isso, ela se sente como uma página em branco, uma maneira de recomeçar sua história sem que ninguém a olhe como a irmã do menino que atropelou outro, e é nessa que ela conhece Layla, que futuramente se torna sua melhor amiga, Sidney nota que mesmo que a família não tenha bons recursos financeiros, ainda sim tem problemas, mas se mantem unidos, ao contrário da sua que na verdade noto como uma família de oito ou oitenta.


A família de Sidney (e por família quero dizer a mãe dela) é uma louca que sinceramente eu não suporto, na verdade foi a que mais me fez ter reações com essa leitura, ou a mulher era totalmente omissa com a filha ou então a sufocava de superproteção achando que assim a filha não iria cometer os erros do filho que ela ainda achava que era injusto estar preso pelos crimes que cometeu.

Ao conhecer Layla, Sidney também conhece Mac, irmão de sua mais nova melhor amiga, é um menino calado, inteligente, e que quando é necessário, ajuda no que você precisar, um amor de menino que consegue enxergar nas entrelinhas o que você está querendo esconder. Para mim era uma delícia ler quando ele aparecia, eu sentia a leitura mais leve, mais confortável.
"- O fato de uma pessoa não falar sobre algo não significa que não pense nisso. Na verdade, em geral é justamente esse o motivo para a pessoa não falar."
Não vou me aprofundar muito se não serão páginas e mais páginas do que realmente achei dessa obra, mas posso dizer que e uma leitura que ao decidir ler você tem que estar preparado para o que vai ver, verá uma família que e totalmente omissa e que fecha os olhos para o que não lhe agrada achando que assim vai sumir o problema, outra família que apesar dos percalços do dia-dia sempre se mantem junta e ajudando um ao outro.

E acima de tudo, os adolescentes desse núcleo da história se conhecendo, descobrindo qual é o seu papel no mundo e o que realmente querem para si. Descobrindo amores, se desiludindo, descobrindo suas forças e em quem pode ou não confiar naquele momento da vida.  E uma leitura que sim vale a pena.


Quanto a capa, eu gostei muito, tem tudo a ver com a história, o carrossel me lembra muito uma frase que escuto na minha série favorita (Greys Anatomy) que é: O carrossel nunca para de girar. Em outras palavras, a vida nunca para, sempre está em movimento, e eu gostei muito da capa por conta disso, porque essa história está sempre se modificando, nunca fica monótona.
"Era isso. Ninguém era capaz de saber o que viria adiante; o futuro era a única coisa que jamais poderia ser destruída., porque ainda não tivera a chance de existir."
A diagramação está muito boa, quando a revisão não encontrei erro algum dela, suas páginas amareladas são como sempre um deleite para a leitura, enfim é um livro que precisa ser lido, porque a meu ver, um livro que lhe causa tantas emoções como esse me causou merece ser lido.

Bom meus amores por hoje é só espero que tenham gostado é que deem uma chance a essa história tão intensa como foi Os Bons Segredos para mim.

Beijos

Você vai gostar de ler também...

18 comentários

  1. Esse também foi o meu primeiro contato com a Dessen, eu simplesmente amei esse livro de início ao fim, me apaixonei por Layla, principalmente. De fato a mãe de Syd é realmente complicada, odiei ela também. Gostei da narrativa da história, sabe? Transcorreu de uma maneira tão leve e gostosa. Não vejo a hora de ler outro livro!

    Um beijo, setecoisas.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    Ouvi muitas pessoas com opiniões dividas com esse livro. porém, ele esta na minha lista de próximas leituras. Espero poder lê-lo em breve. Que fotinhas fofaas!

    Oxente, Leitora!

    ResponderExcluir
  3. Oiii amiga!!!!!!
    Gritando aqui: Lantejoulaaaaas HUAHAUAAUAHAU eu gostei muito da sua resenha e fiquei afim de ler a obra por querer desvendar esse mistério que envolve cada momento da história. Parabéns pela resenha que está incrível.
    Beijinhoss

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha, certamente é um livro que eu leria... a capa tá linda, eu amo o selo "Seguinte", mais um motivo pra querer adquirir o livro.
    As fotos tão ótimas ;)
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Sempre tive uma certa curiosidade a respeito dessa obra. Gostei muito do enredo e realmente é algo que eu leria.

    Abraços
    oblogcaentrenos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu ainda não li essa obra, mas tenho visto tantos comentários positivos sobre ela que já tô super curiosa.
    Eu gosto bastante do tema abordado pela obra, o descaso dos pais em relação a filha, as descobertas dos jovens...
    Acredito ser uma leitura que causa diferentes emoções no leitor.
    Dica anotada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita curiosidade de ler esse livro pelas diversas opiniões positivas que já li. Quero ter a chance de entender melhor os personagens, principalmente a mãe, ela me chama muito a atenção. Ótima resenha.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  8. Oie
    eu adoro a autora e to louca para ler o livro, já o tenho aqui e sinto que vou me identificar muito, sua resenha está ótima, obrigada pela dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Kah que resenha incrível, menina me apaixonei pelo livro sem nem mesmo ler, uau, é um livro e tanto. Lembro que eu vi o livro confundia com um do King que tem capas quase parecidas, bem isso ao meu ver, mas nem cheguei de ler sinopse, mas depois de ler uma resenha e a tua vou ler mesmo.
    Xoxo

    ResponderExcluir
  10. Oi, Kah!

    Já li 2 livros de Sarah Dessen e posso dizer que já me tornei fã. Tenho vários outros livros dela aqui, só ainda não tive a oportunidade de ler, mas lerei em breve e acredito que vou gostar de todos!
    Sarah escreve muito bem. :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi! Tudo bem?

    Nunca li nada da autora, mas adoro essa Editora. Gosto de tramas que me fazem sentir várias emoções... E aparentemente foi exatamente isso que aconteceu contigo nessa leitura, né?! Achei a trama bem interessante, vou colocar a obra em minha wishlist. Adoro quando não tem erros na edição e quando a capa tem tudo a ver com a história! <3

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
  12. Eu não sei se eu gostarei da história desse livro, mas a capa é maravilhosamente linda! Fico com vontade de lê-lo apenas por isso! Me lembra muito a arte da capa do livro As Virgens Suicidas.

    ;*

    ResponderExcluir
  13. tão bom qndo o livro nos desperta várias emoções, ainda não conheço a escrita da autora, mas fiquei bem curiosa
    bjos
    Pah
    Lendo e Escrevendo

    ResponderExcluir
  14. bem, confesso que o livro não é meu estilo de leitura preferido, por isso não leria... o enredo me foi pouco atrativo...
    mas gostei da referência que vc fez com a frase de Grey's Anatomy <3 hehehe
    bjs...

    ResponderExcluir
  15. Olá,
    Se eu tivesse que dizer apenas uma única palavra sobre esse livro seria APRENDIZADO. E que as lições que os bons segredos nos ensinam possa ajudar muitas pessoas.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  16. A capa realmente é linda. Mas história não me agradou. 😕

    ResponderExcluir
  17. Oi, Kah. Tudo bem?
    Faz tempo que quero ler esse livro e os outros da autora, pois a Pam, booktuber, sempre recomenda a Sarah Dessen. Eu tenho um livro dela aqui em casa, mas ainda não consegui ler.
    Sobre Bons Segredos, esse misto de emoções que te trouxe, me dão um medo terrível, sou muito sensível e choro de indignação, raiva, amor e tal hehe Espero poder lê-lo.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  18. Oi. Esse livro tem um bom enredo, essa questão da unidade familiar é muito importante em qualquer fase da vida. Não vou mentir e dizer que senti interesse na obra, mas certamente o leria para saber a possibilidade de indicá-lo em sala de aula.

    ResponderExcluir