12 de fev de 2018

Resenha: A dama da meia - noite



















Alguns não sabem, mas eu sou grande fã de Tessa Dare, e por ventura de 2017 ter sido tão corrido para mim não consegui ler os livros dela que já se encontram na minha estante, mas... já estou mudando isso em 2018 e começo logo por onde parei. Hoje vamos conhecer minhas impressões de A dama da meia-noite. 


Título: A dama da meia-noite
Autor(a): Tessa Dare
Editora: Gutemberg
Páginas: 288
Ano de Publicação: 2015
Gênero: Romance
Nota: 3/5
Sinopse: Após anos lutando por sua vida, a doce professora de piano, Srta. Kate Taylor, encontrou um lar e amizades eternas em Spindle Cove. Mas seu coração nunca parou de buscar desesperadamente a verdade sobre o seu passado. Em seu rosto, uma mancha cor-de-vinho é a única marca que ela possui de seu nascimento. Não há documentos, pistas, e nem ao menos lembranças
Depois de uma visita desanimadora para sua ex-professora, que se recusa a dizer qualquer coisa para Kate, ela conta apenas com a bondade de um morador de Spindle Cove, o misterioso, frio e brutalmente lindo, Cabo Thorne, para voltar para casa em segurança. Embora Kate inicialmente sinta-se intimidada por sua escolta, uma atração mútua faísca entre os dois durante a viagem. Ao chegar de volta à pensão onde mora, Kate fica surpresa ao encontrar um grupo de aristocratas que afirma ser sua família.
Extremamente desconfiado, Thorne propõe um noivado fictício à Kate, permitindo-lhe ficar ao seu lado para protegê-la e descobrir as reais intenções daquela família. Mas o noivado falso traz à tona sentimentos genuínos, assim como respostas às perguntas de Kate.
Acostumado com combates e campos de batalhas, Thorne se vê na pior guerra que poderia imaginar. Ele guarda um segredo sobre Kate e fará de tudo para protegê-la de qualquer mal que se atreva atravessar seu caminho, seja uma suposta família oportunista ou até ele mesmo.

Essa série Spindle Cove é uma série apaixonante. Sério, se você é fã de romance de época deveria conhecer esses livros. No terceiro volume vamos conhecer a história da Srta Kate Taylor, uma musicista que desde o primeiro volume encanta a todos com sua voz e seu dom para ensinar as ladys a tocar instrumentos. Mas não tem um passado tão agradável como todos imaginam. Desde os 5 anos ela foi criada em um orfanato, da pior maneira possível, mas o fato é que ela não consegue se lembrar da vida dela antes de estar naquele lugar. Somente o que viveu ali e seu presente.


Ela fica anos procurando respostas e tentando solucionar o mistério que é sua própria vida. Mas não está sendo fácil. Seu maior sonho é ter uma família, saber suas origens e descobrir porque foi abandonada. Apesar de ser feliz aonde mora são respostas que ela gostaria de ter para si mesma. Agora imagina o espanto dela quando uma família muito da egocêntrica e totalmente aristocrata aparece e afirma que ela é daquela família? Não dá para acreditar, simples assim. 


Mas nada é tão simples assim, temos uma milica na cidade claramente, e essa milica é liderada Pelo Cabo Thorne, um homem taciturno, mal humorado, calado, um homem que sempre despertou a curiosidade de Kate e ao mesmo tempo a fez querer se manter longe. Mas ele também sempre tomou essa postura com ela, de se manter afastado, mas sempre observando ela. Porém isso muda quando essa tal família de Kate surge, ele se torna um homem das cavernas, querendo proteger ela a todo custo. Uma atitude que deixa a todos sem entender o porquê. 

"Embora o Cabo Thorne fosse excelente em ignorá-la, Kate não podia negar o efeito que ele tinha em seu estado de espírito. Ela sentia a pele arrepiar sempre que ele estava por perto, e nas raras ocasiões em que ele virava o rosto na direção dela, seu olhar a penetrava profundamente."

O que ela não imagina é que esse cabo bem do frio sabe mais dela do que ela mesma, seu passado é todo guardado com ele a muito tempo, mas ele nunca quis contar para ela que sabe as respostas para algumas de suas perguntas mais cruciais, e assim começa uma guerra entre os dois, uma guerra de rejeições, segredos e acima de tudo, amor. É um casal que tem tudo para ser feliz, mas os fantasmas do passado precisam ser expostos primeiro, mas será que todos estão dispostos para isso? 

Será que eu gostei do livro? Sim eu gostei, mas tenho que falar que meu favorito dos três que li até agora é o segundo (uma semana para se perder) então esse não entrou para o meu ranking de favoritos da Tessa. O fato é que senti muita enrolação. O romance foi até um tanto bem construído mas não foi um romance que me vendeu tão bem. 


A desigualdade entre Kate e Thorne são enormes mas a teimosia dele para entender que ela está disposta a se adaptar a ele sem ficar ressentida é enorme também. E isso me incomodou também. Os outros livros têm uma pitada de humor muito grande, esse nem tanto, não que eu não tenha achado algumas cenas bem cômicas. Um melão que lhe diga, mas... Não foi tanto quanto os outros. 

“Você me escutou quando eu precisava. Riu quando eu fechava a cara ou me enfurecia. Você me amou apesar de tudo, e me fez olhar no fundo da minha alma para encontrar a força para amar você. Sou um homem diferente por sua causa.”

Mas o que mais marca nas histórias de Tessa é que ela gosta de trazer personagens que não tem uns passados tão simples como muitos daquela época, ela gosta de trabalhar com personagens que tenham suas inseguranças e receios, medos e limites, e isso é muito gostoso de acompanhar, sério mesmo. E sua forma poética de mostrar também que apesar de fragilizados estão dispostos a melhorar, nossa não tenho palavras. 

Ainda que não seja o meu favorito da série ainda assim recomendo, pois o romance e o encanto se encontram presentes sempre em cada página e não tem como no final você não se encontrar encantado por esse casal tão diferente mas que dentro da diferença encontrou seu encaixe e felicidade. 

Resenha dos anteriores: 

Beijos 

30 comentários:

  1. Ola
    Minha mãe é a fanática por romance de época aqui e tem todos os possíveis , e ela me idica sempre para ler. Mas como também tenho os meus livros aqui , e alguns para ler que estão atrasados, acabo deixando pra depois. Quem sabe vou devagar e os livros dessa autora seria um bom começo.Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A dê uma chance, talvez no inicio não seja aquela coisa toda para você, mas romance de época é uma delicia de acompanhar. Vale muito a pena.

      Bjs

      Excluir
  2. Olá, tudo bem? Essa série parece ser muito boa, acho as capas muito bonitas também, rs. Adorei sua resenha e fiquei doida para ler os livros!

    Beijos,
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A fico feliz que você tenha gostado e que queira ler, ´pois leia, vale muito a pena.

      Bjs

      Excluir
  3. Oi!
    Que capa linda a desse livro! Já ouvi falar muito bem da Tessa Dare, porém nunca li nada dela. Comecei a me interessar bastante por romances de época, que sabe eu leia algum dia ^^
    Bjs!

    Fernanda Reads <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A que linda, começou agora? Seja mais do que bem vinda a esse mundo lindo dos romances de época.

      Beijos

      Excluir
  4. Oi Kah, tudo bem?
    Quantas fotos lindas para esse livro, nossa você deve ter gostando muito da leitura, néh?
    Eu não conheço nenhum livro dessa coleção apenas vi as fotos das capas, e elas são lindas. Parabéns pela resenha.

    Beijos e Abraços VIVI
    http://vickyalmeida.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A que linda, fico feliz que tenha gostado das minhas foros, me esforço muito por elas. Obrigada e fico feliz que tenha gostado da resenha.

      Bjs

      Excluir
  5. Oiii tudo bem?
    Que resenha maravilhosa menina, adorei saber a sua opinião amiga, eu estou adorando romances de época ultimamente e adorei muito de saber a sua opinião, aquela leitura que eu amaria e não desperdiçaria a oportunidade de um dia desses também ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu to adorando saber que você está gostando de romance de época amiga, finalmente depois de todos esses anos, felicidade não me cabe. Espero que leia e se apaixone cada vez mais.

      Bjs.

      Excluir
  6. Gente que livro interessante! Não sou a maior fã do mundo de livros de época, mas sua resenha ficou muito legal!

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Sou suspeita para falar, além de ser meu gênero favorito de leitura, Tessa é um das minhas autoras favoritas! Amo a escrita dela e me divirto muito com as estorias! Adorei sua resenha e concordo com vc em relação a este livro, não dos meus favoritos, apesar de ter gostado de ler!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Tessa é só amor não é mesmo? Que bom que concordou comigo, achei que era somente eu. kkkk

      Beijos

      Excluir
  8. Olá Kah,
    Ainda não li nenhum livro dessa autora, mas achei sua resenha extraordinária! Fiquei muito curiosa para saber como funciona a questão do abandono da mocinha e o que ela descobre com isso, sabe? Apesar de você ter dito que esse não é o melhor da autora, foi o que mais despertou minha curiosidade em ler da autora.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A que bom que mesmo que com a minha sinceridade de não ter sido um favorito minha resenha lhe agradou e lhe deu vontade de ler.

      Beijos

      Excluir
  9. Oiê!
    Não gosto nada nada de romances de época, acho os enredos todos chatos, mas esse me lembrou um pouco de Jane Eyre por causa da vida difícil que a protagonista teve na infância. Não sei se leria esse livro, mas gostei de sua resenha e do modo como apresentou a história.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena que você pense isso do gênero pois eu sou muito da fã e defendo muito ele. Quem sabe no futuro.

      Excluir
  10. Oi Kah, às vezes o livro não nos encanta e eu também sou contra enrolação desnecessária.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem ?

    Confesso que tenho muita curiosidade de ler os livros da autor. Ao ler sua resenha, pensei que com certeza seria um livro que leria fácil. Gostei das suas impressões sobre a escrita da autora, me deixou ainda mais curiosa pela leitura.


    Beijos,
    Thalita Sousa

    ResponderExcluir
  12. Oi Kah, adoro esta série, e já tem um bom tempo que li este livro. Uma pena que não entrou para o hall dos seus favoritos, mas não dá para acertar sempre, né?
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poise, nem sempre acertamos, mas para mim agora só falta o quarto que já tenho comigo e o quinto que ainda vai sair né, mal vejo a hora.

      Beijos

      Excluir
  13. Eu só acompanho a Julia Quinn nos romances de época e pretendo mudar isso, então adorei conferir sua resenha. É uma pena que esse livro não tenha superado o anterior mas gostei da sua sinceridade, certamente é um motivo a mais para que eu realize essa leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Julia Quinn é muito diva, mas eu também sou apaixonada por Lisa Kleypas, Mary Balog, Sarah McLean, nossa a lista ´é interminável, leia todas você vai amar.

      Beijos

      Excluir
  14. Oi e, tudo bom? Amo romance de época e ainda mais se tiver humor envolvido. Ainda não conhecia essa série mas já adicionei a lista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A que bom que adicionou, vale muito a pena. É um amor, vale super a pena ela toda.

      Beijos

      Excluir
  15. Olá, tudo bem? Ah serei eternamente suspeita em falar de Tessa Dare, pois ela é minha autora favorito do gênero. Confesso que não senti tanta enrolação na história, pois quem "capta" a personalidade do Thorne durante as leituras anteriores sabe que ele é bem retraído, então sabia que iria demorar a engrenar as coisas. O segundo também é meu favorito, pelos personagens, mas Kate e nosso protagonista não ficam para trás, afinal o primeiro é o que menos curto haha Espero que continue a série, pois o próximo é um dos melhores (; Adorei <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A claro que eu irei continuar, na verdade eu já li o próximo, o 3.1 e realmente eu também amei, não tenho como deixar de elogiar essa autora. Muito linda.

      Beijos

      Excluir