Gabriela Cerqueira

Resenha: Lola e o garoto da casa ao lado

09:00


Título:Lola e o garoto da casa ao lado
Autora: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Gênero: Romance/ chick-lit
Ano de Lançamento: 2012
Páginas:288
Nota: 2,5 / 5
Sinopse: designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… ela acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem — melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro gostoso) até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro.Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa conciliar uma vida de sentimentos pelo garoto da porta ao lado.

Eu estou sentindo que eu serei espancada depois dessa resenha. Esse livro desde que eu me entendo por gente nesse meio literário ele é elevado como algo sagrado no gênero Young-Adult, e eu adiei demais essa leitura, porque tudo que é super estimado para mim eu fico com preguiça de ler, mas eu finalmente fiz essa leitura e dei com a minha cara num balde de estrume porque eu simplesmente dormi a leitura toda, e eu estava numa maratona enquanto li esse livro então pense o quanto ele me atrasou.

Lola é uma adolescente de 17 anos que é a famosa "diferentona", para ela não existe moda, então ela se veste como uma maluca com fantasias de tule, botas coturnos , perucas coloridas e milhares de acessórios com Glitter, namora um cara 5 anos mais velho que ela que toca em uma banda de rock e tem o corpo todo tatuado (Sexy), coisa que seus pais quase enlouquecem todo dia. Lola teve um amorzinho de infância, que a magoou quando criança e morava do lado de sua casa, e depois de anos ele volta a ser seu vizinho e tudo começa a virar um desastre.
O fim de semana passa lentamente sem ele. Ele também sem Cricket. Tudo que eu vejo dele é um sinal, e não um sinal como algo em uma xícara de chá, mas um sinal escrito num marcador preto e colado sua janela: SKATE AMÉRICA. VEJO VOCÊ NA PRÓXIMA SEMANA. 

Vamos aqui entender os motivos para eu ter achado esse livro um pé no saco, primeiramente olha essa capa, eu nunca tinha visto uma capa tão feia, minto, já vi piores mas essa menina com essa peruca parecendo um bolo de casamento mal feito e esse olhar dela de robô psicopata ai do lado tem esse menino com uma cara de lerdo olhando com uma cara de "Eu não queria estar aqui, fui obrigado", segundo, eu não sei se eu que me enchi o saco de romance teen mas todas as cenas em que a Lola falava o quão magoada ela estava eu ficava pensando, o que esse garoto fez com ela no passado? Traiu ela com a melhor amiga? Quebrou a perna dela? Tacou fogo em uma das perucas dela? Não gente, ele não chamou ela para festinha de aniversário dele, OK OK, isso magoaria uma criança de 10 anos, mas guardar um ódio do garoto por 7 anos por causa disso? Não me desce.
— Eu nunca mais quero ver você de novo. Sua voz é baixa e mortal. — Você não é nada para mim. Você entendeu? — Sim, eu digo. — Obrigado por tornar as coisas tão claras.
Em terceiro lugar vem o fato de eu ter achado esse Crickett um chato, mais chato ainda do que a Lola, eles se merecem afinal, tomarem que se casem e tenham um bebê mais chato ainda. O cara é sem graça, eu nem entendi o que foi que a Lola viu nele, já que ela é tão gata, extravagante, várias perucas , toda brilhante, descolada, tem pais gays super legais e fica atrás de uma mosca morta que nem o Crickett que não convidou ela para comer um pedaço de bolo dele.

Confesso que gostei do fato da autora introduzir assuntos como as drogas e casamentos gays com filhos, mas ela deu tanta importância ao drama juvenil da Lola e do Crickett que os assuntos que realmente deviam ser mais trabalhados ficaram bem mais ou menos e confesso que bem menos do que mais viu.

Se você tiver 11 anos você irá adorar esse livro, penso que eu não gostei dele porque li no momento errado da minha vida, se eu o lesse por exemplo, 5 anos atrás que foi quando ele foi lançado e eu tinha 12 anos eu ia ser completamente apaixonada por ele, mas o fato de ser mais velha e ter uma cabeça que pensa que o menininho que você gosta não ter te correspondido na infância ser algo que não vale a pena se estressar me fez não gostar da história.

Mas se você quiser comprar o livro para presentear aquela sua sobrinha, ou sua filha pré adolescente, é uma ótima pedida.


Você vai gostar de ler também...

14 comentários

  1. ‘fiz essa leitura e dei com a minha cara num balde de estrume porque eu simplesmente dormi a leitura toda’ #mortaaaaaaaaaaa... rindo até 2.500 com esse trecho da resenha. Eu te entendo, li esse livro e achei um saco, um desperdício de meu tempo. Espero que ninguém tente te espancar por causa da resenha. gostei de sua sinceridade.

    ResponderExcluir
  2. Olá , tudo bem ?
    Gostei até da premissa do livro, mais quando vê a parte que a autora deu mais importância ao lado juvenil dos dois rsrs acabou o encanto . Acho que não leria pela idade não tenho mais paciência para histórias assim .
    Bjs adorei sua resenha bem sincera .

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabis, você realmente não gostou do livro... que pena. Já tem um bom tempo que li, não tinha 5 anos de idade, era bem mais velha, no entanto gostei. Não a ponto de considerá-lo sagrado, mas foi uma leitura que não foi tão tortuosa quanto parece ter sido para você.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Nossa, só pela capa eu já não leria. Eu gostei de conferir a sua resenha e achei a sua opinião bem válida, acho que é um livro para um público bem jovem.

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu não conhecia essa história, apesar de ter um livro da autora. Mas acho perfeitamente normal isso acontecer com a gente. Eu acredito que a medida que vamos lendo vamos nos tornando mais exigentes com as leituras e livros que gostamos há 5, 6 anos atrás se lêssemos hoje talvez acharíamos razoável.
    Mesmo assim gostei bastante de suas indicações!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca tinha ouvido falar desse livro e depois dessa resenha, acho que nem lerei, kkk. Não que eu não tenha opinião, mas pela forma com que falou, me identifiquei. Então eu sei que não vou gostar.

    Enfim, amei sua sinceridade!
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    Li esse livro a um tempinho atrás, confesso que gostei bastante da história e os personagens possuem características únicas, mas ainda prefiro Anna e o beijo francês.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  8. Hey!

    Não conhecia o livro nem nunca ouvi falar sobre, mas quando olhei a capa fiquei tipo: ??????, feia mesmo, concordo por completo. Não sou fã de YA's, então, provavelmente passaria essa dica de qualquer forma, mas obrigada por me antecipar desse problema.

    Fonte literária

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Menina eu morri com a sua resenha, principalmente no trecho em que você diz "espero que eles se casem e tenham um bebê mais chato ainda" hahaha.
    Eu nunca tive interesse em ler esse livro pois a premissa nunca me atraiu e hoje acho que já não é o tipo de história que me agradaria por parecer ser boba demais, por isso é uma dica de leitura que eu sempre passei. Concordo com você em relação a capa; gosto do estilo mas poderia ter sido feito algo mais bonito.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?
    Nunca tive vontade de ler e nem terei! Concordo que essa é horrível, quem disse "nunca julgue um livro pela capa" não deve ter lido esse livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Não é a única HAHAHA confesso que não sai da página 30 de tão massante, e boba diga-se de passagem a história parecia. A capa é horrorosa mesmo, e não cheguei ao ponto de ver o protagonista tão chato, ainda BEM HAHAHAHAHAHAHA Gosto literário cada um tem o seu, então você tem todo o direito de não ter gostado. Adorei e ri muito haha
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Nossa, chocada, por que eu nunca tinha visto um resenha sobre esse livro assim antes?? Não teria comprado... Olha, sou bem mais velha que você, e pelo que você disse acho que não curtiria nem um pouco a leitura... Pensando seriamente em dar o meu livro para uma filha de amiga que esteja na idade certa pra ler... Hehe...

    ResponderExcluir
  13. Nossa, obrigada pela resenha sincera! Adoro isso hahahahha Geralmente a a NC acerta tanto em seus romances juvenis, mas parece que esse não é o caso, né? A capa é horrível mesmo!
    ''u não sei se eu que me enchi o saco de romance teen mas todas as cenas em que a Lola falava o quão magoada ela estava eu ficava pensando, o que esse garoto fez com ela no passado? Traiu ela com a melhor amiga? Quebrou a perna dela? Tacou fogo em uma das perucas dela? Não gente, ele não chamou ela para festinha de aniversário dele, OK OK, isso magoaria uma criança de 10 anos, mas guardar um ódio do garoto por 7 anos por causa disso? Não me desce''

    Sério, vou passar longe. Valeu mesmo por fazer esse serviço aos leitores.

    ResponderExcluir
  14. Oi Gabis, eu ainda não tinha visto nenhuma resenha sobre essa obra e curti a sua...bem sincera, do jeito que eu gosto, kkkkk

    Abraços

    ResponderExcluir