Resenha: Dias Perfeitos

escrito por - quarta-feira, março 15, 2017


Título : Dias Perfeitos
Autor: Raphael Montes
Editora: Cia das letras
Gênero:Thriller Psicológico
Ano de Lançamento: 2014
Páginas:280
Nota: 5/5
Sinopse: Téo é um solitário estudante de medicina que divide seu tempo entre cuidar da mãe paraplégica e examinar cadáveres nas aulas de anatomia. Durante uma festa, ele conhece Clarice, uma jovem de espírito livre que sonha tornar-se roteirista de cinema. Ela está escrevendo um road movie sobre três amigas que viajam em busca de novas experiências. Obcecado por Clarice, Téo quer dissecar a rebeldia daquela menina. Começa, então, uma aproximação doentia que o leva a tomar uma atitude extrema.

Irei tratar aqui com vocês hoje um caso de bipolaridade literária. A um tempo atrás eu li um livro do Raphael Montes chamado "O vilarejo", foi uma das piores leituras que eu já fiz, não por ter uma escrita ruim, erros, uma história chata, mas pelo teor racista que eu achei em um dos contos, sei que a visão das pessoas da época em que o conto é retratado é extremamente racista então não culpo o autor de maneira alguma, ele só estava tentando passar uma visão real para seus leitores mas eu simplesmente não consegui engolir aquilo, mas eu via nos outros contos que o Raphael tinha talento para escrever um bom suspense e isso foi provado nesse livro.

Téo é um estudante de medicina, mora com sua mãe que hoje em dia vive numa cadeira de rodas após um acidente de carro que matou seu pai.Téo além de tudo é muito recluso e solitário, não fala muito com ninguém e por causa disso sua mãe o obriga a ir um churrasco na casa de amigos e é lá onde ele conhece Clarice, uma Clarice que era diferente de todas as garotas que ele já conheceu, ela era livre, divertida e Clarice também nunca tinha lido Clarice, que foi algo que eu achei genial do autor fazer essa ligação da personagem com a Lispector.

Porém na cabecinha doente de Téo, o fato de Clarice ter conversado com ele por algumas horas e ter dado um selinho no final o torna apaixonado por ela então ele resolve leva-la embora para provar a ela que eles dois terão dias perfeitos juntos.
“Não precisa de conforto. É isolada mesmo?” “Não tem mais nada lá, pode acreditar. Só areia e água transparente. Floresta e montanha pra trás. Quase ninguém passa, só os malucos em trilha.” 

Digo a vocês que os dias a partir dai foram tudo, menos perfeitos. Eu já li inúmeros livros de suspense, Thriller mas esse pareceu ter um diferencial,como a história toda é contada por Téo, nós sabemos tudo que se passa na cabeça dele e vou te contar, é muito doentio.Você ver todas as atrocidades que ele faz com Clarice e ver ele pensando em como ela não agradece a ele por tudo que ele faz te faz perder as estribeiras, muitas vezes me deu vontade de entrar no livro para dar uns sacodes nesse cara para ele acordar para a vida e ver toda a merda que ele estava fazendo.

O final do livro me deixou um pouco confusa, não que ele tenha um final estranho ou ruim mas me levou a pensar, a duvidar do que realmente tenha acontecido, se tudo aquilo era verdade ou uma encenação da própria Clarice, já li alguns livros sobre a Síndrome de Estocolmo e penso se ela começou a ter essa condição, se aquilo realmente era verdade ou se ela é tão doentia quanto o Téo. Me desculpem se esse parágrafo deu um mínimo spoiler sobre o final, porém penso que não, mas mesmo assim, acho que vocês irão se surpreender com o fechamento do livro, eu esperava inúmeros finais para eles menos o que ele teve de fato, o que foi algo bom, gosto quando o autor consegue me pegar de surpresa.

O quarto parecia mais leve e alegre sem a presença dela. Quando ele abriu os olhos, estava melhor. De relance, notou um movimento pela janela. Clarice havia entrado no mar e nadava na direção do horizonte, como se fugisse dele. 
Penso que preciso ler mais um livro do autor para decidir se amo ou odeio o mesmo, então "Jantar Secreto" já está na minha lista de leituras, me surpreendi demais com esse livro e confesso que tenho um pouco de coisa com literatura brasileira, não a leio muito mas o Raphael prova que isso é pura maluquice da minha cabeça, a literatura brasileira é tão boa quanto, ou até melhor que a americana e companhia, só temos que dar uma chance para nossos autores que eles irão mostrar o quanto de talento eles tem.

Beijo e até a próxima resenha.

Foto retirada do blog LiteraturaPolicial.com 


Você vai gostar de ler...

23 comentários

  1. Olá Gabis, tudo bem?
    Amei a resenha! Conheço tanto o livro e o autor, mas ainda não li nada dele. Não vejo resenhas muito positivas, então estou enrolando um pouco...

    Beijos e seguindo aqui...

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    O Raphael Montes escreve livros do gênero que gosto, mas ate hoje não tive oportunidade em ter contato com nenhuma de suas obras. Tudo para mim sobre ele é novidade e tenho muita curiosidade em conhecer suas histórias. Adorei a sua resenha, me deixou curioso para tirar minhas conclusões sobre essa obra, em breve pretendo fazer a leitura dela e de Jantar Secreto também! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li nada do Raphael, mas sempre leio resenhas positivas sobre seu livro então a curiosidade pra conhecer seu trabalho já existe há tempos e espero ler algo em breve. Que pena que a experiência com os livros dele não são uma das melhores, mas acontece né, haha.
    Mas quero tirar minhas próprias conclusões em breve!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  4. São tantos elogios para com a escrita do Raphael que quero ler algum livro dele e acho que este aqui pode ser um abridor de portas para os outros livros que ele já publicou. Só fiquei um pouco receosa com a interpretação que você teve do final. Será???
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Já li este livro e não gostei. Passei uma semana enjoada por causa da leitura dele, acho que por ter lido quando era muito nova, isso pode ter influenciado, pretendo reler ele algum dia pra ver se mudo de opinião, já que conheço tantas pessoas que amaram. Não gostei do livro porque achei muito doentio, sei que essa era a intenção do autor, mas não foi pra mim haha, adorei sua resenha ♥

    ResponderExcluir
  6. O Raphael sempre arrasa, então tenho certeza que vou adorar esse livro. Ele vem sendo muito elogiado nos diversos países em que foi lançado. Eu adorei O Vilarejo, uma pena você não ter gostado. E Jantar Secreto é ótimo, mas tem que prestar atenção nas entrelinhas.
    Assim que eu puder vou comprar Dias Perfeitos.

    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Olá!! :)

    Eu não conhecia este livro mas já ouvi falar do autora... bem, essa leitura foi bem contraditória hem? ahah

    Bem, espero a opinião do próximo livro do autor para confirmar a tua opinião, mas ate gosto de finais meio confusos...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu amooo suspenses e esse livro eu ainda não conhecia, mas eu conheço o livro O Vilarejo do autor e sempre fui doida pra ler, fiquei até surpresa em você dizer que odiou, quero até ler sua resenha do livro. Esse livro me pareceu muito interessante e intrigante, fiquei curiosa para ler, na verdade sempre fico quando aparece algum suspense. Dica anotada!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Não li nada do autor e pelo gênero eu até quero, pois gosto muito. Mas tenho uma certa barreira com o autor e nem sei dizer o por que, já que não li nada dele. kkkkk
    Acho a proposta desse livro muito interessante e você me deixou curiosa quando coloca até mesmo a Clarisse em questionamento. Acho que capitei um pouco do spoiler. rsrsrsr E isso me instigou mais ainda.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  10. Olá Gabis,
    Já li Jantar Secreto e O Vilarejo do autor, o primeiro me agradou mais que o segundo, mas os dois são ótimas leituras.
    É uma pena que o final tenha sido confuso para ti. Tenho medo de ler Dias Perfeitos, pois a ideia dele me dá a impressão que, talvez, o livro não seja tão bom.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bem? Meu primeiro e único contato com o autor foi com o livro O Vilarejo, e gostei, mas não foi aquilo tudo. Dias Perfeitos é um que eu tenho MUITA vontade de ler, por ser mega fã de livros de suspense, e sua resenha só me deixou mais empolgada para conferir esse personagem tão doentio. Ótimo post!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi,
    Eu apenas li O Vilarejo do autor, mas pretendo ler Jantar Secreto. Gostei da sua review desse livro, mas a premissa não me atrai tanto assim no momento. Quem sabe num futuro próximo. MAs de qualquer forma, mesmo o final sendo um pouco confuso, que bom que a leitura foi boa. :D

    bjs :D

    ResponderExcluir
  13. Oi, Gabis!
    Não li nada desse autor ainda, mas sei como é quando não gostamos de um livro, gostamos de outro e precisamos ler um terceiro para ter certeza de como nos sentimos sobre o autor haha Confesso que a premissa de Dias Perfeitos me chamou atenção mas também me deixou receosa... quem sabe né?
    Bjus!

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?
    Vou ter que te confessar que minha experiência com a literatura nacional é totalmente o oposto da sua haha. Geralmente, eu gosto muito dos livros nacionais e estou sempre disposta a conhecer novos autores. No entanto, se tem um autor brasileiro que eu não tenho a menor vontade de ler nada dele, é o Raphael Montes. O gênero não me atrai muito e nunca vi nada nos livros dele que me deixasse curiosa :/
    De qualquer forma, parece ser uma boa indicação para quem gosta do gênero. Fico feliz de saber que, de modo geral, você gostou desse livro e espero que o próximo também seja uma boa leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Oi.

    Eu tinha muita curiosidade com relação a este livro, mas depois que li uns comentários sobre ele, fiquei com medo de não gostar. Ainda quero lê-lo, mas vou esperar mais um pouco para fazer isso.

    ResponderExcluir
  16. Oi,
    Sempre li muitas resenhas positivas a respeito desse livro e consequentemente já faz um tempinho que quero muito ler ele, sou apaixonada por livros do gênero e tals. Recentemente tive acesso a obra "Jantar secreto" do autor e apesar de ter devorado a obra no começo, parei em um ponto que não consigo continuar, tem uns personagens tão doentes na trama que está difícil de digerir, mas sua resenha desde livro me instigou a retomar a leitura do meu.

    Beijos!
    Delmara Silva

    ResponderExcluir
  17. Eu nao lia literatura brasileira e Raphael Montes... Li em um dia! Que livro incrível, quando eu li a ultima página fiquei de boca aberta, em minha cabeça claramente há espaço para uma continuação.

    ResponderExcluir
  18. Oie! Tudo bem?

    Dos livros desse autor, conheço todos pelas resenhas, mas nunca li nenhum! O único que me chame realmente a atenção para realizar a leitura é Jantar Secreto, de resto não e esse livro, não sei se me daria bem com a leitura dele, por isso passo a dica por enquanto!

    Bjss

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Também tinha essa "limitação" quanto aos livros nacionais, mas, a partir do momento em que comecei a ler mais nacionais do que estrangeiros, me apaixonei pela criatividade que pode ser tão original quanto! Inclusive, alguns dos meus autores e livros favoritos são brasileiros.
    Quanto ao livro, o que me chamou a atenção é que a narração é feita por Téo, o que me deixou curiosa para saber como é que ele vê tudo o que faz e recebe as ações de Clarice.
    Obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  20. Hey!

    Conheço o autor já tem um tempo, acompanho o trabalho dele de pertinho e esse livro em específico foi o único que não me atraiu, alguma cisa nele me bloqueia. Entendo quando você fala de bipolaridade literária, tenho muito disse e sei como é difícil, vou passar a dica dessa vez.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  21. Olá,
    Eu não conhecia este livro e não sou muito fã de suspenses, mas ao saber que o final é um pouco confuso, fiquei curiosa, adoro quando finais me fazem pensar mais sobre a personalidade dos personagens.
    Bipolaridade literária, sofro disso sim, claro e porque não ?! Rs
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bom?
    É engraçado quando temos uma relação de amor e ódio com um autor, não é mesmo? Tenho isso com a Gayle Forman e nunca sei o que esperar quando leio uma das obras dela! rs
    Quanto a resenha e a obra, fiquei muito curiosa para conferir e confesso que já fiquei bem curiosa com esse final (se foi a síndrome, invenção da personagem...), enfim! Fiquei muito curiosa mesmo! Sugestão de leitura anotada! Amei a resenha ^^

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. AAAAAH Raphael Montes veio pra ficar!!! Já li três livros dele e estou ansiosa pelo relançamento de Suicidas. Eu adorei Dias Perfeitos, vi uns defeitos mas amei. Por exemplo, achei a personagem Clarice muito fraca em relação a Teo, que foi super bem construído e consistente. De fato o lance da mente doentia foi incrível, não deixou a desejar. E eu, pelo que me lembro do final, não acho que tenha a ver com a síndrome não... É um final de dar raiva, mas um ótimo desfecho.
    Já li Jantar Secreto e amei, assim como O Vilarejo, espero que goste também :)


    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir