galera record

Resenha: A procura de Audrey

09:00


Título: A procura de Audrey
Autora: Sophie Kinsella
Editora:Galera Record
Páginas:336
Gênero: Young Adult
Nota:3/5
Sinopse: Audrey, 14 anos, leva uma vida relativamente comum, até que começa a sofrer bullying na escola. Aos poucos, a menina perde completamente a vontade de estudar e conhecer novas pessoas. Sem coragem de sair de casa e escondida por um par de óculos escuros, a luz parece ter mesmo sumido de sua vida. Até que ela encontra Linus e aprende uma valiosa lição: mesmo perdida, uma pessoa pode encontrar o amor.


Olá pessoas, estava numa vibe de só ler distopias e estava deixando muitos livros que era para ler a anos e estava enrolando, então resolvi fazer um TBR, para quem não sabe é quando você coloca o nome de todos os livros que você tem para ler e vai sorteando, e você tem que ler o que saiu, o primeiro a ser sorteado foi "À Procura de Audrey" da Sophie Kinsella, eu adoro a autora e ela é a minha favorita no gênero chick-lit, e esse é um livro dela totalmente diferente por ser Young Adult e ainda por cima trabalhar em temas como depressão e bullyng, então vamos falar sobre ele.
Quando digo as coisas para a terapeuta, é como se eu mesma as estivesse ouvindo pela primeira vez, então tudo se torna real de súbito. Ela é um pouco mágica, acho. É como uma vidente — só que do presente, não do futuro
Audrey é uma menina de 14 anos que por algum motivo que não nos é propriamente contado (falamos sobre isso depois), parou de estudar e está em depressão, e vive de óculos escuro pois não consegue mais fazer contato visual com ninguém, nem ao menos com seus pais. Audrey faz terapia a um tempo mas não parece estar progredindo até conhecer um amigo de seu irmão chamado Linus, o que a faz começar a sair daquele estado depressivo e amedrontado que ela sempre odiou estar.



 (imagem retirada do blog "diariodasuki.com")

Só por ser Sophie, a carga de expectativa nesse livro foi imensa, pois eu nunca li nada ruim da autora, até hoje, todos os livros que eu li dela me agradaram demais, não que esse não tenha me agradado, mas comparado com os outros, digamos que ele está no final da lista dos melhores. A escrita da autora continua maravilhosa, fluida, engraçada, e mesmo tratando de assuntos sérios eu dei várias risadas com a família de Audrey. O título do livro remete à procura de Audrey, e quando Audrey sumiu foi bem "blé", eu achei que teria mais que isso, que teria talvez um mistério envolvendo o sumiço dela, mas esse fato só durou acho que uma página e meia, se é que foi isso tudo.

Eu acabei de reclamar de não ter mistério não é? Agora serei totalmente contraditória e vou reclamar do fato de ter criado mistério demais do que realmente aconteceu para a Audrey ter ficado desse jeito, sabemos que ela está depressiva por algo que suas colegas de classe fizeram com ela, tanto que a carga de tensão é imensa só de alguém tentar mencionar esse assunto na casa, mas assim que eu acabei o livro eu voltei e passei o olho por tudo achando que tinha perdido alguma parte, pois em momento nenhum ele nos conta o que aquelas garotas realmente fizeram com a personagem,eu fiquei meio que...


Outro ponto que quero citar e que achei meio estranho no livro foi o fato da Audrey estar realmente abalada com a depressão e foi só o Linus tentar umas duas ou três vezes se aproximar dela que ela já melhorou da doença, depressão é uma coisa gravíssima, eu não passo por isso mas conheço pessoas que sim, e sei que não é nada tão fácil assim como foi representado no livro, ela melhorou de uma forma surreal, isso foi bom? Sim, claro, mas não acho que essa seja a realidade da doença, mesmo nós vemos que o relacionamento dos dois foi dado com passinhos de bebês e que foi bem construído e não foi do nada que aquilo surgiu, não creio que apenas alguns beijos cure alguém de depressão.

Mas não vamos ficar nesse mimimi, vamos falar de coisa boa, da nova tekpix, brincadeira, o livro apesar desses pontos é muito fofo, o romance é um amorzinho, totalmente doce e delicado e você queria ter um Linus somente para você, a leitura é super fluida tanto que li um livro de 300 páginas mais ou menos em 3 horas, isso é surreal para mim, leio rápido, mas não tanto assim. Então assim temos a certeza que NÃO, ele não é um livro ruim, mas acho que como foi o primeiro da autora desse gênero , devemos levar isso em consideração, ela está mais acostumada com histórias de mulherzinhas e divertidas feitas para a gente rir e se apaixonar,ela também conseguiu fazer isso nesse livro, e dosar com problemas sérios,e estou totalmente apaixonado pelos personagens desse livro, Frank é meu novo crush literário oficialmente.

Beijos e até a próxima resenha.

Você vai gostar de ler também...

33 comentários

  1. Olá
    Eu também ja li esse livro e gostei bastante, e concordo que estava cheia de expectativas sobre ele. A escrita da autora é mesmo maravilhosa e isso já não é novidade.. Não foi o melhor livro que li dela, mas valeu muito a pena.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Adorei a forma como a autora abordou de forma leve dois temas que hoje em dia são muito presentes: depressão e bullying.
    Concordo com você que a depressão é uma séria doença e fiquei um pouco chateada com a resolução fácil para Audrey com um pouco de esforço de Linus. Não retrata a dificuldade real das pessoas com tal doença.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Muita gente leu esse livro e gostou...
    Gostaria de saber o que deixou a protagonista desse jeito, pois na minha cabeça deve ter sido algo bem sério.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  4. Há alguns anos, vi essa TBR e gostei, estou pensando em fazer isso, pois estou com muitas leituras atrasadas e não sei por onde começar, nem sei onde é o começo rsrsrs
    O livro À Procura de Audrey já conheço, apesar de não ser tanto meu estilo, gosto do enredo e já indiquei me sala de aula. Presenteie um aluno com o livro.

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Já tinha ouvido falar dessa obra da autora anteriormente e da mesma forma que você, a pessoa também não achou a leitura totalmente agradável e que não foi o melhor livro da autora. Com certeza não irei ler o livro, levo a depressão muito a sério e não acho que a pessoa pode melhorar de uma hora para outra só por conhecer alguém, isso não faz sentido nenhum. A parte do mistério deveria ter sido dosada e trabalhada melhor também.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não li o livro mas tenho uma grande curiosidade com ele, agora que li a sua resenha eu posso dizer que fiquei ainda mais curiosa, você leu tão rápido que é mesmo impossível de ser ruim. A premissa me agrada mas algumas questões me deixam receosa, mas enfim, pretendo arriscar e espero poder gostar muito do livro.

    ResponderExcluir
  7. Eu amo este livro e ele é um dos melhores da autora para mim. Essa rapidez que você disse sentir na melhora da Audrey, eu interpretei de outra maneira. Ela não se curou, mas sentiu vontade de melhorar, em função do Linus. Mas claro, é a minha interpretação.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oie

    Sabe que já tem dois anos que faço minha TBR e depois não consigo seguir rs.
    Eu gosto muito da Sophie Kinsella e ainda não teve nenhum livro que me desagradou, mas compreendo, sempre tem algum que não agrada tanto quanto os outros. Esse eu ainda não li, gostei da premissa e vou levar a dica.
    Fiquei curiosa quanto ao Linus!!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Hahaha já tentei fazer um sorteio do que tenho que ler e sabe que não consegui? Tenho um daqueles clicks que me diz quando devo ler um livro kkk sobre esse eu a kinsela, acho ela a diva dos chik lists mas não tive oportunidade de ler esse livro. Dica anotada. Beijos

    ResponderExcluir
  10. oi, flor... já tinha ouvido falar do livro e da autora, mas não é o estilo de leitura que eu aprecio... esse lance da depressão ficou meio esquisito mesmo, como vc bem falou, surreal... não sei se isso iria me agradar na hora da leitura...
    bjs...

    ResponderExcluir
  11. Olá
    Eu nunca ali uma obra toda da Autora, estou tentando ler Fiquei Com o Seu Número a dois meses mas não consegui terminar, não porque o livro é ruim mas porque é em PDF e minha leitura fica bem lenta e tem vez que eu me esqueço que tenho esse livro pra ele kkk. Enfim! Pretendo ler mais histórias dela, pois com o você disse elas fazes a gente rir de mais. Já vi o filme que foi baseado em um de seus livros e chorei de rir! Espero ter a chance de começar de verdade a ler uma das obras dela, não começando por esse mas pelos seus clássicos rsrs. Até mais vê
    Bjks

    ResponderExcluir
  12. Olá!! :)

    Eu adorei ler a resenha, acho que tem o essencial e ainda consegue divertir um pouquinho o leitor! :) Parabéns!!! :)

    Bem, a premissa agradou-me e fico contente que tenhas gostado, especialmente da "fofurice" ahahahhah :) Eu tenho curiosidade de ler algo da autora, mas vamos ver se esta para breve... hehe :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, Gabis. Tudo bem?
    Nossa que legal essa técnica que você está usando. Estou precisando usar o TBR também.Tenho muitos livros aqui na estante, mas ainda não li e já faz um tempo que estou ignorando. Talvez essa seja uma oportunidade de dar um chance a eles. Bem, quando a história, vou ser sincero, não gostei. Mas confesso que me interesso muito pelos temas trabalhados no livro, como a depressão e o bullying. Talvez, o que mais tenha me desagradado seja o romance e as falhas que você apontou na história, como a inesperada "dura" da personagem principal. Mesmo assim, e adorei a dica.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Olá Gabis,
    Acredite se quiser, mas ainda não li nada da autora - sim, vivo debaixo de uma pedra.
    Gostei muito da sua resenha e de você ter levantado esses pontos negativos. Assim como você, acho a depressão uma doença bem pesada e que não pode ser curada tão fácil, como foi nessa história. Entretanto, gostei de saber que o livro é amorzinho e fiquei curiosa para fazer a leitura, pois acho que tirarei algo de bom dela.
    Parabéns pela incrível resenha.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  15. O livro parece ser muito interessante e daqueles que prende nossa atenção do início ao final. Gosto da temática. Ainda não conhecia. Gostei bastante da sua resenha. Muito sucesso com o blog, bjo

    http://blogaventuraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Não sou de ler muito este gênero, apesar de ter gostado dos poucos que li. Eu conheço este livro, mas não é que eu queira ler no momento.
    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Oiii Gabis, como vai?
    Infelizmente dessa vez a história em si não despertou meu interesse, não consigo me agradar desse tipo de leitura mesmo, por mais que eu tente e achei linda a foto hein <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Achei bacana a autora abordou um assunto tão pesado como a depressão de forma mais leve fazendo o leitor dar boas gargalhadas também. Achei uma ótima história para passar o tempo é trr uma leitura leve. Vou deixar a dica anotada.
    Bj

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Nunca li nada da autora e sempre quis ler esse livro. Também acho que depressão é uma doença bem grave para ser tratada de forma rápida como aconteceu, mas ainda sim a história parece agradar e espero ler em breve!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  20. Ola Gabis pretendo ler esse livro e conhecer essa escrita da autora voltada para um gênero diferente do que sempre escreve, acredito que aos poucos a escrita dela tome forma nesse gênero. Gostei muito da premissa e pelo visto irei dar risadas. Esse já está em minha lista de leituras. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Eu não li nada da autora, mas você não é a primeira que não gostou muito do livro. Acho que por ela escrever outro gênero acabou não acertando nesse e ficando uma história mais ou menos. Acho que não começaria lendo esse livro.
    Adorei a sua opinião.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  22. Várias pessoas já me recomendaram a leitura dos livros da autora. Mas nunca li nada. Porém, vendo aqui sua resenha, fiquei curiosa. parece ser uma leitura bem interessante e descontraída. Vou guarda a dica pra um momento onde eu tenha grana, tempo e espaço...

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Esse foi o único livro que li da autora e gostei dele, não é meu favorito, mas é uma história bacana. Sobre a depressão, realmente não foi tão bem trabalhado. Enfim, apesar dos pontos negativos é uma leitura agradável, né?

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem? Ainda não li esse livro e não tinha lido muitas resenhas pra falar a verdade. O tema é muito importante, mas pelo que percebi não foi bem abordado na história, mas como você disse, vamos dar uma chance a autora já que é o primeiro livro desse gênero que ela escreve. Não sei se leria, mas diante da proposta, pode ser que num futuro. Beijos.

    ResponderExcluir
  25. Olá!
    Ainda não conhecia esse livro, mas me chamou muito a atenção por tratar esse tema importantíssimo que é a depressão, então fiquei morrendo de vontade de ler, apesar de você falar que a doença não foi muito bem abordada.
    Beijos.
    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  26. Olá! Quem gosta de chick-lit e não conhece nada da Sophie Kinsella não sabe o que está perdendo, não tem como não amar essa mulher hahaha vejo muitas opiniões divididas a respeito desse livro, só me resta ler pra descobrir. Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  27. Olá, tudo bom?
    Amo a Sophie Kinsella e ainda não li esse livro dela, mas, estou confusa aqui! Como assim gente?! O livro gira em torno da depressão da menina e do que fizeram com ela e a autora não revela isso?! E o sumiço dela nem teve nada demais? A nem... outro ponto que me desanimou foi isso dela estar em depressão e é só chegar um boy e pronto, acabou. Realmente é uma doença muito séria e não pode ser banalizada dessa forma. Enfim! Adorei a sinceridade e lerei esse livro com toda certeza, mas, diminuindo muito minhas expectativas. Adorei a resenha!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  28. Adoro a escrita da Sophie, meu plano de vida (ai que exagerada) e conseguir ler todos os livros dela. Só preciso de um pouco mais de tempo para dar conta de tudo hehehe

    Este é um dos livros dela que eu ainda não li,mas que estava um pouco relutante em relação ao tema principal, a depressão, que é algo muito sério e eu estava com medo de que a autora se perdesse um pouco. Pelo visto não irei me decepcionar.

    ResponderExcluir
  29. Oii, tudo bem?
    Eu até hoje não li nada da Sophie Kinsella e queria muito começar por esse por ser do meu gênero favorito. To de olho nele desde que lançou, mas até hoje não li. Não li a parte da historia na resenha, porque gosto de saber o minimo possível antes de ler, só li sua opinião e adorei sua sinceridade.

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Oi Gabis, não conhecia essa obra e achei o enredo interessante, mesmo não lendo tanto obras desse estilo.

    Abraços

    ResponderExcluir
  31. Olá, confesso que até hoje nunca li nada da Sophie Kinsella mas o que não falta é oportunidade. Tenho esse livro na estante e também estou esperando abrir uma brecha para comprá-lo. Espero gostar!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  32. Adoro fazer esse sorteio de qual livro lerei, assim consigo dar chances a obras que normalmente iria ficar prolongando a leitura... Também adoro esse gênero, mas nunca li nada dessa autora, é uma pena que para você o tema da depressão não tenha sido bem abordado, talvez a autora tenha feito isso para não entrar em questões sérios em um livro para este público, mas realmente irrita um pouco... lerei com um pouco menos de expectativas.

    ResponderExcluir
  33. Oi Gabi, tudo bem?
    Eu nunca li nada da autora e morro de vontade de conhecer seus livros, acredito que seria uma boa começar por esse livro para ver o que eu acho. Tenho certeza que irei adorar, ainda mais por se tratar de uma leitura leve e contagiante. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir