Internacional

Resenha: O Pessegueiro

09:00


Título: O Pessegueiro
Autora: Sarah Addison Allen
Editora: Planeta do Brasil
Ano de Publicação: 2013
Páginas: 256
Gênero: Romance, Fantasia
Nota:3/5
Sinopse: Willa Jackson vem de uma antiga família que ficou arruinada gerações antes. A mansão Blue Ridge Madam, construída pelo bisavô de Willa durante a época área de Walls of Water, e outrora a mais grandiosa casa da cidade, foi durante anos um monumento solitário à infelicidade e ao escândalo. Mas Willa soube há pouco que uma antiga colega de escola – a elegante Paxton Osgood – da abastada família Osgood, restaurou a Blue Ridge Madam e a devolveu à sua antiga glória, tencionando transformá-la numa elegante pousada. Talvez, por fim, o passado possa ser deixado para trás enquanto algo novo e maravilhoso se ergue das suas cinzas. Mas o que se ergue, afinal, é um esqueleto, encontrado sob o solitário pessegueiro da propriedade, que com certeza irá fazer surgir coisas terríveis. Pois os ossos, pertencentes ao carismático vendedor ambulante Tucker Devlin, que exerceu os seus encantos sombrios em Walls of Water setenta e cinco anos antes, não são tudo o que está escondido longe da vista e do coração. Surgem igualmente segredos há muito guardados, aparentemente anunciados por uma súbita onda de estranhos acontecimentos em toda a cidade.
Olá pessoinhas lindas do meu coração, estou voltando a ativa com as resenhas, posso ouvir um amém? Hoje trago para vocês uma autora que eu li apenas um livro, com esse dois, o primeiro foi "A garota que perseguiu a lua", não sei se vocês conhecem, mas é um dos meus livros favoritos, então assim que acabei de o ler, a 3 anos atrás KKK, fui procurar outros livros da autora, mas acontece que eles são bem difíceis de encontrar aqui no Brasil, o único que consegui foi "O pessegueiro", sabe quando você lê algo de uma autora e adora mas fica com medo de se decepcionar com o próximo? Foi o que eu senti, então adiei a leitura por esse tempo todo, mas finalmente comecei e li o livro em dois dias.

O livro conta sobre a história de Willa, uma mulher de seus 30 anos que vive numa cidadezinha turística chamada "Walls of Water" que é conhecida pelas suas lindas paisagens cheias de cachoeiras. A familia de Willa já foi muito rica no passado e comandava a cidade e morava numa grande mansão que agora está sendo restaurada para ser transformada em um grande hotel por Paxton .Paxton e Willa estão ligadas pelas suas avós, que foram melhores amigas por anos e fundaram um clube feminino ali naquela mansão mas as duas tem realidades completamente diferentes ,então Willa prefere não se envolver em nada que reviva toda o sofrimento da sua avó a décadas atrás quando a sua família perdeu tudo e foi expulsa da mansão.



















De todas as coisas que Willa pensava saber a respeito de Paxton Osgood, a de que tinha mais certeza era que ela sabia lidar com qualquer situação. Paxton não precisava de ninguém para protegê-la.

Mas todo o plano de Willa de não se envolver com isso acaba indo por água abaixo quando não só se vê flertando com o irmão de Paxton, como descobre junto com ele um cadáver enterrado embaixo das raízes do Pessegueiro que se encontrava no jardim da mansão e junto com isso o fato de sua avó ser a principal suspeita sobre a morte do homem. Mas como sua avó está debilitada após um derrame, todas as perguntas se voltam  para Willa e ela começa a investigar o que realmente aconteceu com sua avó naquela mansão.

Como sempre a Sarah Addison Allen tem um poder de pegar uma história completamente chata e dar uma magia que a gente não consegue parar de ler o livro um segundo. Eu confesso que eu achei a história em si bem chata, não é algo que você lê a sinopse e fica doida para fazer a leitura, mas eu gostei do livro, não tanto quanto o primeiro que li, mas não me decepcionei nem um pouco, como sempre a escrita da Sarah é super fluída, leve e tem a quantidade certa de detalhes para não ficar nem superficial nem muito pretensioso.

— Fiquei muito infeliz na faculdade e me lembro de pensar Nesse momento, Willa Jackson provavelmente está fazendo o que quer da vida. Você foi embora fazendo um estardalhaço muito grande. 

Agora você me pergunta, porque apenas 3 estrelas? Então, eu achei a história um pouco superficial, mas por não ter focado no que eu realmente fique curiosa, eu acho que o livro deveria ter focado mais no passado das avós da Willa e Paxton e saber mais sobre o falecido Tucker, só tem um capitulo no final com apenas 3 páginas explicando o que realmente aconteceu no passado. Na minha opinião se o livro fosse dividido entre passado e presente seria bem melhor, os leitores entenderiam bem melhor toda a história, e como ainda foi introduzido um pouco de magia, ficamos sem entender de onde ela vinha já que Tucker que era o "mágico" da história foi tão mal trabalhado.

Para mim o melhor de tudo foram os personagens secundários, Sebastian e Colin, melhor amigo de Paxton por quem ela é apaixonada e seu irmão que se envolve com Willa no decorrer da história, respectivamente, eles tem personalidades fortes e que te conquista, eu fiquei indecisa em qual dos dois seria meu novo crush literário, então no final decidi que ficaria com os dois.

— A felicidade é um risco. Se você não sentir um pouquinho de medo, não está fazendo a coisa certa.

Tirando isso o livro é muito legal, tem poucas páginas então é uma leitura rápida para quando você quiser relaxar, as folhas são lindas, tem desenhos de flores de pessegueiros nas páginas mesmo eu o tendo em e-book, não achei nenhum erro e como todas as capas da Sarah, está maravilhosa.

Beijos e até a próxima.


Você vai gostar de ler também...

21 comentários

  1. Ola
    Não conhecia a autora. Gostei da trama apresentada, mesmo vc dando 3 estrelas :) Acho q é bem o estilo de livro que gosto.
    Já anotei a dica é vai para a whishlist.
    Bj

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Desconhecia a obra e fiquei intrigada devido tratar de magia.
    Mas fico triste que tenha sido muito pouco abordada sua origem e tenho a mesma opinião que você: se os capítulos intercalassem presente e passado, acredito que a leitura seria bem mais prazerosa e entenderíamos melhor.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ola
    Lendo a sinopse também achei uma trama chata, mas, sei lá, gostei do mistério do cadaver enterrado e dela procurando as respostas do passado, acho que por ser um livro curto até vale a pena conferir o livro

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Eu não conhecia a obra e nunca li nada da autora.
    Esse livro, infelizmente, não chamou minha atenção. Então essa leitura eu confesso que não faria. Mas gostei de saber que a escrita da autora é leve e fluída.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oiii Gabis, como vai?
    Fico feliz que tenha voltado e vindo com tudo com essa resenha de abalar corações. Confesso que a obra em si não despertou meu interesse, mas achei a edição um luxo <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Hmm... Realmente parece ser um pouco superficial. Não sei se me agradaria também, mas não deixo de ficar curioso! Vou dar uma olhada e ver se coloco na lista =D
    Ótima resenha. Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Oiii!!

    Aah que amor!!! Eu gosto de autores que tem esse dom de transformar enredos chatos em bons. Mesmo com você dizendo que ficou confusa em alguns trechos, fiquei animada para ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Gabi!!
    Quero esse livro!
    Adoro essa pegada de Mistérios e mesmo que vc tenha apreciado pouco, esse é um tipo de leitura que me interessa. rs
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Que capa linda!!! A premissa me agradou bastante e fiquei curiosa com a leitura, mas você ter falado que ficou meio que superficial me desanima um pouco mas ainda quero ler e conferir tudinho.

    ResponderExcluir
  10. Oie, eu tenho esse livro aqui para ler e confesso que a premissa me interessa muito por se tratar de segredos antigos de famílias, embora eu tenha me sentido meio decepcionada quando você mencionou que o passado não é tão bem trabalhado. E também o fato dessa mansão virar um hotel já é super bacana, e gostei de saber que a escrita da autora é leve. Espero poder ler.

    ResponderExcluir
  11. Olá.
    Nunca li nada da autora, e to babando com essa capa maravilhosa.
    Realmente quando lemos um livro de um bom autor dá um medinho de ler outro e nos decepcionar, mas ainda bem que embora o livro tenha uma história chatinha a autora conseguiu deixar tudo fluido para o leitor, confesso que fiquei bem curiosa para ler o livro.

    ResponderExcluir
  12. Olá,

    Não conhecia a obra, mas achei o premissa bem interessante, embora suas considerações tenha me desanimado um pouco. A capa do livro é sem dúvidas notável e vou anotar a dica para ler futuramente.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Que bom que voltou! Quanto ao livro, não me encheu os olhos, achei a premissa bem fraca, vai ver é por isso que os livros dela não tem no Brasil...

    ResponderExcluir
  14. Essa Gabis, querendo logo dois crush de uma vez, hahaha
    Gostei muito da sua resenha e compreendi sua estrelinhas. Confesso que não seria uma leitura no momento, para mim. A história parece ser curiosa no primeiro, mas depois, com certeza perderia a graça para mim por esses pontos que você observou.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  15. Oi. Não conhecia a autora e nem a autora. Achei bem legal a premissa e vou anotar o nome para tentar ler depois.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Hello! Tudo bem?
    Não conhecia o livro O Pessegueiro, mas achei uma lindeza só essa capa!
    A história me pareceu interessante ao ler a sinopse e pela resenha acho que pensaria igual a vc, que precisaria de um aprofundamento maior da historia e tudo mais.
    Que bom que os personagens foram bons, faz mta diferença ne?
    Otimo post.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  17. Que capa linda! Tb gostei bastante da sinopse, não conhecia o livro nem a autora.
    Às vezes acontece da gente ler um livro e gostar muio e depois ler outro do mesmo autor e achar só mais ou menos. Não é muito legal, mas pode acontecer rs.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  18. Oie
    Tudo numa boa?
    Então assim como você eu tenho tendencia a protelar com leituras novas de autores que eu gosto por medo de me decepcionar realmente como você disse a sinopse não é lá essas coisas e eu não compraria sua resenha ficou bem bacana mais não é um livro que eu faria a leitura não senti curiosidade.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  19. Li A Garota que perseguiu a lua e amei demais, achei uma fofura sem fim. Quero ler os outros da autora e acho que foram publicados por aqui pela Planeta né? Espero que quando eu ler esse, eu não fique tão frustrada e não ache que faltou algo e que a divisão não ficou bacana, pelo amor,kkkkk.

    bjs

    ResponderExcluir
  20. Oi Gabs, sua linda, tudo bem?
    Que pena que esse livro não foi tudo o que esperava. Essa é uma autora que gostaria muito de conhecer, o outro livro dela é muito elogiado. Eu gostei muito dessa trama, e fiquei bem curiosa para descobrir porque a avó dela foi expulsa. E achei um absurdo a avó dela ser acusada, ou será que ela é culpada? Concordo com você, se tivesse intercalado entre passado e presente, poderia ser perfeito. Mesmo assim, vou disputar os meninos com você, risos... Dica mais do que anotada, sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oie!
    Eu não conhecia o livro, a capa é bem linda e pela sinopse e pelo que você contou, é o tipo de livro que eu gosto. O fato de você o achar superficial, as vezes, para mim é um problema, mas fiquei curiosa e acho que o leria.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir