Resenha: Ligeiramente Casados

escrito por - segunda-feira, dezembro 07, 2015

Oi gente, tudo bem com vocês?
Que tal conhecer mais um livro maravilhoso?  Espero que gostem tanto quanto eu gostei.


Titulo: Ligeiramente Casados
Autor(a): Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Ano de Publicação: 2014
Gênero: Romance
Nota: 4/5
Sinopse: À beira da morte, o capitão Percival Morris fez um último pedido a seu oficial superior: que ele levasse a notícia de seu falecimento a sua irmã e que a protegesse "Custe o que custar!". Quando o honrado coronel lorde Aidan Bedwyn chega ao Solar Ringwood para cumprir sua promessa, encontra uma propriedade próspera, administrada por Eve, uma jovem generosa e independente que não quer a proteção de homem nenhum.
Porém Aidan descobre que, por causa da morte prematura do irmão, Eve perderá sua fortuna e será despejada, junto com todas as pessoas que dependem dela... a menos que cumpra uma condição deixada no testamento do pai: casar-se antes do primeiro aniversário da morte dele o que acontecerá em quatro dias.
Fiel à sua promessa, o lorde propõe um casamento de conveniência para que a jovem mantenha sua herança. Após a cerimônia, ela poderá voltar para sua vida no campo e ele, para sua carreira militar.
Só que o duque de Bewcastle, irmão mais velho do coronel, descobre que Aidan se casou e exige que a nova Bedwyn seja devidamente apresentada à rainha. Então os poucos dias em que ficariam juntos se transformam em semanas, até que eles começam a imaginar como seria não estarem apenas ligeiramente casados...
Neste primeiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos apresenta à família que conhece o luxo e o poder tão bem quanto a paixão e a ousadia. São três irmãos e três irmãs que, em busca do amor, beiram o escândalo e seduzem a cada página. (Skoob) 
A história se passa em 1814 no auge da guerra entra Napoleão Bonaparte e a Inglaterra, mas o foco é claro não é a guerra, o início é o que marca todos os eventos que ocorrem no livro, mostrando que as vezes uma promessa pode sim mudar todo o percurso de uma vida.

O capitão Percival Morris a beira da morte em seu último pedido a seu oficial superior, o Coronel lorde Aidan Bedwyn, pede que ele mesmo dê a notícia de seu falecimento a irmã, e que a proteja – “Custe o que custar! ”

De primeira vamos conhecer o Coronel lorde Aidan Bedwyn e Sra. Eve Morris, duas pessoas completamente distintas uma da outra, acabam se vendo em um problema (por assim dizer), que não tem para onde fugir. Ao descobrir da morte do irmão, Eve fica totalmente transtornada, com os problemas que aquela morte ira acarretar em sua vida. E ai que o Coronel Bedwyn, irá descobri o verdadeiro significado da promessa que fez ao capitão Percival.


Ao saber do problema que a Sra. Morris está passando, Lorde Aidan lhe faz uma proposta que irá salvar a todos, que seria: se casar com ele. Mas um casamento de fachada, não planejando ter nada com Eve, e assim poderá salva-la de sua desgraça eminente. Planejando o casamento, as escondidas de todos, Aidan pensa em manter isso em o mais absoluto segredo, pois sabe o que poderia acarretar se toda a sociedade de Londres soubesse do casamento, levando Eve e sua tia, para Londres e se casam em uma igreja pouco conhecida, e rezando para que ninguém que o conheça o veja naquela situação.

Infelizmente ou felizmente, um Lorde encontra Aidan no hotel em que Eve agora sendo Lady Aidan Bedwyn está hospedada, e como de praxe se apresentam como marido e mulher, achando que o pior problema já se passou Aidan leva sua esposa de volta ao Solar Ringwood e resolve todos os problemas surgidos, deixando assim sua mulher protegida de qualquer problema que possa aparecer, prometendo nunca mais voltar e deixar ela em paz assim como havia lhe prometido ao propor o casamento.

"Vamos consuma nosso casamento - Falou Bedwyn- nessa cama atras de mim. se não quiser que isso aconteça, diga agora. não estou dando nenhuma ordem."

Voltando para sua casa e achando que jamais ninguém e principalmente sua família irá descobrir sobre o casamento, toma um susto depois de uns dias quando seu irmão mais velho descobre tudo. Com isso todos os seus planos de seguir a vida sem uma esposa vão por agua a baixo, Eve tem que voltar a vida de Aidan mesmo contra vontade e ainda por cima agradar não só toda a família dele mas também a sociedade londrina e a Vossa Majestade.



Uma corrida contra o tempo, surpresas do passado, choques de convivência, com um casal que jamais queria estar junto acaba descobrindo que as aparências realmente enganam mais do que imaginam. E que uma simples “boa ação” pode transformar sua vida por completo.

"A senhora não e minha esposa? - Ele ele ignorou tudo mais que ela o dissera. - Com certeza existe um registro em certa igreja que lhe provaria que está mentindo, madame. Usa a minha aliança de casamento em seu dedo. Teve relações conjugais comigo na tarde de ontem. Hoje mesmo, nosso filho ou filha, pode estar crescendo em seu ventre. Está dizendo que essa criança seria bastarda? "

Não encontrei nenhum erro ortográfico, com uma diagramação bem feita, as páginas amareladas como sempre presentes e sendo amadas, pelo menos por mim né? Rsrs A única coisa que notei de diferente e a forma de expor a história para o leitor, eu sou muito acostumada com a Lisa Kleypas, e apesar de ter adorado a escrita da Mary noto que ela e um tanto mais seria com a forma de abordar as coisas.

"Eve abriu um sorriso. Seria possível que Aidan estivesse com ciumes? Do próprio irmão? Que delicia!"
Eu com certeza indico o livro, como já diz a sinopse, ele e composto por seis livros, em breve o segundo Ligeiramente Maliciosos estará aqui para todos conferirem, só sei que está e mais uma família que me seduz e me encanta de uma maneira arrebatadora. Espero que tenham gostado e que leiam o livro, se já leu, que ótimo, deixe aqui sua opinião será muito bem vinda.

Beijinhos.







Você vai gostar de ler...

18 comentários

  1. Oi Kah, tudo bem?! Eu sei que sempre falo que não gosto de romance porém achei super interessante a história em si? Promessa é promessa e pelo visto Adain leva a sério isso! E o fato desss casamento de conveniência gerar problemas onde os dois tem que ficar próximos para não despertar suspeitas e acabar conhecendo mais um di outro achei bacana. O fato da história ser ambientada. Eu arrumei um emprego onde preciso ler kkk e me disseram que preciso ler tudo, inclusive romance. Acho que vou começar por esse!
    Um grande abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, tudo bem?
      A que bom que pretende ler, espero que goste, Aidan e muito fiel com suas promessas, e eu adoro isso.

      Beijinhos.

      Excluir
  2. Oie!
    Menina, eu gostei tanto dessa história! Confesso que me envolveu do começo ao fim, e a cada página, eu queria saber mais e mais desse romance, É muito bom!
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii

      Poise Carla, confesso que este me envolveu mais do que o Ligeiramente Maliciosos, agora estou doida para ler o Escandalosos, deve ser muito bom, rsrs.

      Excluir
  3. Morro de medo dessas sagas imensas! hehehe Estou lendo a saga Rosemary Beach a anos e não acaba nunca (ainda bem <3). Apesar de romance de época não ser um gênero que me chame muita atenção, ultimamente tenho ficado bem curiosa por alguns títulos e esse é um deles! Gostei bastante da sua resenha!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie, tudo bem?
    Eu nunca fui fã de romances de época, mas venho dando uma chance a eles, e estou me surpreendendo positivamente. Mas, admito que a primeira vista a premissa desse livro não me chamou a atenção a ponto de querer lê-lo em breve. Contudo, sua resenha está linda, muito bem detalhada e deixando claro seu ponto de vista.

    Beijos,
    Dai | Blog Cheiro de Livro Nacional

    ResponderExcluir
  5. Eu sou a chata dos livros de romance. Não sou fã mesmo, apesar de ler alguns, não me atraem de um modo geral. E quando são sagas ainda, omg. Tento me manter à distância. Não tenho tempo e nem muita paciência pra isso. Mas, parabéns pelas fotos, ficaram lindas. E quem sabe um dia deixo de ser a chata dos romances...

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  6. Olá!!!
    Os romance de época não são os meus preferidos e tenho visto algumas resenhas deste tipo de gênero que não fizeram mudar meu conceito. Mas sua resenha passa um empolgação e uma admiração pela livro e personagens que contagiam que a lê, parabéns.

    Beijos Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  7. Eu comprei os dois primeiros livros porque tenho visto comentários muito positivos sobre a série, mas pretendo ler eles ano que vem, porque quero ler todas as séries que tenho na minha estante e espero poder gostar bastante da estória, porque pelo que tu falou na sua resenha me parece ser um romance muito envolvente e com personagens cativantes. Espero ler assim que puder, porque estou hiper curiosa. Já me indicaram muito essa série e por isso minha vontade só tem aumentado. hehehehe

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/resenha-o-enigma-da-estrela.html

    ResponderExcluir
  8. OIe Kah, tudo bom???

    Primeiro vamos dizer que eu amei essa diagramação. Coisa mais linda!!!!
    Eu nunca li nada da Lisa, mas como estamos na onda de Históricos, estou começando a me aventurar no gênero. Uma das nossas resenhistas ama e sempre resenha todos. O único que li até agora é os da Julia Quinn, mas já add esses na minha lista!! Obrigada pela dica.

    BJoks

    =)

    ResponderExcluir
  9. Adoro livros de época, mas essas capas que escolhem pra esses livros... ahhhh, não curto não. Não curto casamentos planejados ou quando a mulher só se livra de algum problema se casando, mesmo sendo de fachada. Acho que somos mais do que casamento... acho que almejamos mais que isso. Mas mesmo assim quero ler, justamente por ter tantos pontos que descordo e não gosto kkkk Vai entender, né?
    -Mari

    ResponderExcluir
  10. Oi, Kah
    Não li nada da Lisa ainda, mas a Mary é um tanto séria mesmo neste livro, mas garanto que em Ligeiramente maliciosos, que amei, ela vai te fazer rir um pouco com os personagens. Amo a escrita dela.
    Adorei a resenha, que bom que gostou.


    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Não sou fã do gênero e o livro não despertou o meu interesse. Achei curioso o fato de a autora abordar de modo mais sério do que a Lisa, pois vejo mais resenhas por aí dos livros dela e pelos temas não deu para sentir isso. Mas a ambientação deve ser bem bela que nem a capa.

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oiee!!
    Eu não li o livro, mas a premissa me interessou muito!!
    Adoro romances históricos, ainda mais quando são arrebatadores e tem de fundo uma guerra como cenário!!
    Amei a capa e com certeza pretendo iniciar a série!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  13. Oiee ^^
    Aaain esse livro é tão lindo ♥ Adoro romances de época, então fiquei babando por "Ligeiramente casados" desde que ele foi lançado. Acho a Eve incrível, o jeito dela de ser e de cuidar das pessoas é muito bonito ♥ Espero que você goste dos outros livros :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Eu ainda não li esse livro, mas adoro essa família :)
    Sim, eu li o segundo e o terceiro, então já conheci Aidan e Eve após o final feliz. Como cada livro aborda um casal, não me senti perdida na história, mesmo assim, ainda quero muito ler e ver como tudo aconteceu.
    E, confesso que o mais esperado por mim é o do Duque... não sei se são só minhas expectativas, mas ele é tão duro que acho que será incrível vendo-o caido de amores...rs
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Sempre tive vontade de ler romances históricos mas sempre acabo esquecendo de comprar, aí leio uma resenha e a vontade vem de novo, justamente como aconteceu com a sua.
    Acho que, dessa vez, vou anotar em um papel e colar na parede!
    Beijos
    http://www.vivendonoinfinito.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi! A Editora Arqueiro vem trazendo vários títulos desse gênero. Apesar de não me agradar muito, sua resenha me mostrou a história de um modo mais interessante. Acho que se fosse filme, eu assistiria (não me matem! hahaha), mas tenho tantos livros pra ler que uff... não dá rs

    Só um detalhe, quando eles tem as "relações conjugais" é descrito no livro ou o leitor apenas sabe o que aconteceu?

    bjos - Sonhos em Tinta

    ResponderExcluir