23 de ago. de 2018

Resenha: A conquista - Amores Improváveis #4


A é tão triste quando chegamos a ultima parte de uma história não é? Não sei como é com vocês mas eu fico em um misto de quero e não quero que acabe que é incrível. Mas eu enrolei muito para terminar essa série, uma série que amei tanto mas que agora vou relatar para vocês a ultima parte dessa história. Vamos lá?!

Título: A Conquista
Autor(a): Ellen Kennedy
Editora: Paralela
Páginas: 336
Ano de Publicação: 2017
Gênero: New Adult
Nota: 5/5
Sinopse: De todos os jogadores do time de Hóquei da universidade de Briar, John Tucker se destaca por ser o mais sensato, gentil e amável. Diferente de seus amigos mulherengos, ele sonha mesmo é com uma vida tranquila- esposa, filhos e, quem sabe um dia, abrir um negócio próprio. Mas nem mesmo o cara mais calmo do mundo estaria preparado para o turbilhão de emoções que ele está prestes a enfrentar. Sabrina James é a pessoa mais ambiciosa, dedicada e batalhadora do campus. Seu jeito sério e objetivo é interpretado por muitos como frieza, mas ela não está nem aí para sua fama de antipática. Tudo o que ela quer é passar em Harvard, tirar ótimas notas e conquistar a tão sonhada carreira como advogada. Só assim ela conseguirá escapar de seu passado difícil e de sua família terrível. Um acontecimento inesperado vai desses jovens de cabeça para baixo. Tucker e Sabrina vão precisar se unir e rever seus planos para o futuro. Juntos, eles aprenderão que a vida é cheia de surpresas, e que o amor é a maior conquista de todas.

Quem realmente acompanha aqui o blog sabe o quando amei cada um dos livros da série, uns mais outros menos, mas ainda assim foi amor, e quando peguei o ultimo fiquei realmente na dúvida se ia ou não amar essa ultima parte, mas... Não sei por que tive duvidas Ellen nos apresente personagens sólidos e amados e que valeu mesmo a pena pela espera. Sem duvidas a série Amores Improváveis é minha querida do fundo do core. <3

Aqui vamos enfim conhecer a história do Tucker que também faz parte do time de roquei e está finalizando seu curso de administração. Seu desejo é pegar a herança deixada pelo seu pai e construir um negócio de sucesso. Do qual ele vá investir e não perder tudo. Mas é claro que como todo homem de 20 e poucos anos ele também quer aproveitar a vida, porem de uma maneira mais calma e tranquila, afinal Tucker não é do tipo boêmio, na verdade ele faz a linda de compromisso sério sempre. 


O outro ponto de vista dessa história é Sabrina, ela já é bastante comentada ao longo dos livros anteriores, muito famosa por infernizar a vida de Dean (personagem do livro anterior) ela é sempre descrita como uma vaca que não serve para nada a não ser reclamar de todos que estão a sua volta, mas desta vez ela nos apresenta outro lado dela, o fato é que Sabrina é muito determinada e seu maior foco do momento é conseguir sua bolsa para Harvard. Assim ela tem certeza que sua vida irá mudar por completo e assim todos os seus sonhos vão se realizar e a tão famosa estabilidade financeira rolar. 
“Todos nos machucamos. Todos nós amamos. Somos os mesmos. E seu passado, com quem você mora, de onde você veio, isso não importa. Você está criando seu próprio futuro, e eu quero ver onde essa estrada vai te levar.”
Tudo isso pode mudar quando numa simples noite em que Sabrina conhece Tucker e sente uma atração muito forte e vice versa e lógico tudo termina em um sexo incrível o problema é que ambos estão em sintonias opostas, Tucker se vê querendo algo mais sério com Sabrina, já ela só quer um lance, não quer se envolver emocionalmente logo agora, em um ponto critico da vida dela. Mas a vida nem sempre faz o que desejamos né? Quem poderia imaginas que uma pontinha sem proteção fosse resultar em uma gravidez? Sim, é isso que acontece e de uma maneira que deixa ambos sem saber ao certo o que fazer. 


Olha, sendo bem sincera, no inicio eu não dava nada para esse casal, achava que por um tempo Ellen tinha errado em juntar os dois, que não seria interessante e seria muito clichê, mas ao longo da leitura e vendo tudo como estava sendo desenvolvido me vi completamente apaixonada por eles. Tucker que tem várias inseguranças, mas é um homem muito focado em seus objetivos e que mesmo com surpresas no caminho como o bebê ele conseguiu se manter focado e centrado em seus objetivos. 

Já Sabrina tem muitas barreiras a ser quebradas, apesar de toda a sua determinação com o que quer na vida ela não planejava em nada um bebê e não vendo muito apoio de sua família tem dificuldades em confiar em Tucker e também se sente culpada pelos planos originais dele serem alterados fazendo com que isso crie um enorme mal estar entre ela e sua “sogra” e criando várias situações que se no inicio ela fosse sincera consigo mesma seriam evitadas. Mas no fim tudo sempre vale a pena não é mesmo?!
"Você não está sozinha. E você não está arrastando ninguém para buraco nenhum. Tô aqui com você, Sabrina. Em cada passo do caminho."
A conclusão dessa história me deixou com um misto de gostei e não gostei, de eu amei e poderia ter sido mais. Eu consegui ver a evolução absurda dos personagens principalmente de Sabrina que precisava e muito evoluir e no fim ela entendeu que uma história não precisa ser igual só porque algumas coisas aconteceram de maneira similar. No fim ela só precisava acreditar e confiar um pouco mais em si mesma. Eu sem duvidas indico mesmo esse livro, essa série, pois eu sei que não vai se arrepender de ler cada um deles. 

Beijos

12 comentários:

  1. Tudo bem? Eu não acompanho essa série, no meu blog, quem gosta muito dela é a Patrícia que sempre fala muito bem.. Ainda não me animei com essa leitura, apesar dos elogios, tentei, mas ainda não rolou. Minhas leituras e de gêneros que não leio com frequência, depende do momento.. do humor.

    Essa sua finalização de não saber se gostou ou não.. Me leva para mais longe do livro ainda.. rsrs

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Em relação a essa série não consigo escolher qual o melhor ou me favorito, gostei de todos. Também enrolei para fazer essa leitura, porém não muito, porque estava muito curiosa para saber como o relacionamento entre Tucker e Sabrina tinha começado, além do mais uma bomba foi jogada em nosso colo no livro anterior né, quase rói as unhas de curiosidade hahaha. Amei esse desfecho, de todos acho que esse é o mais maduro da série.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Tenho bastante vontade de ler essa série, pois adoro romances. Adorei saber tua opinião e fiquei feliz em saber que você curtiu os livros. Ótima resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  4. Olá, eu quero muito ler essa serie e conhecer mais sobre esses personagens esse livro como sendo o ultimo da serie me deixou ainda mais curiosa e ver o homem querendo um relacionamento ao invés da mulher ainda mais. Dica anotada

    ResponderExcluir
  5. Oi Karine, tudo bem? Eu li os dois primeiros livros dessa série e gostei bastante, eu adoro esse macete de usar as mesmas esferas só que com personagens diferentes, é sensacional demais! Acho que esse misto de sentimentos, se deu porque ficou a sensação de que a série acabou, né? Isso acontece. Ainda assim, pela sua resenha, percebi como vale a pena continuar lendo essa série incrível. <3

    ResponderExcluir
  6. Olá Kah,
    Eu amei os três primeiros livros dessa série, uns mais ou menos, como você, mas não estou nada animada para ler esse quarto volume, porque não quero que ela termine. Eu acho legal a Elle mostrar outro lado da Sabrina e ela deixar de vestir a roupa de uma vaca e fdp, mas a questão da gravidez me preocupa, sabe? Outra coisa que não consigo gostar tanto é desse final que foi bom, mas poderia ter sido mais.
    Vou adiar mais um pouco a leitura desse último volume.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oiii Kah

    Eu li só o primeirod essa série mas lembro que deveria porque a narrativa é bem gostosinha, ainda não conheço a Sabrina, acho que ela só aparece no livro anterior à este, mas acho legal quando a autora resolvi unir um casal assim bem improvável e acaba surpreendo o leitor que termina gostando sem nem esperar por isso. Eu quero terminar a tetralogia em breve.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  8. Oi, Karine!
    Eu li só um livro dessa série e amei demais, preciso comprar os outros logo.
    Eu sempre fico com essa sensação quando chego ao último livro de uma série, não quero que acabe, mas quero muito ler logo hahaha
    Eu adorei a sua resenha sobre esse volume e gostei de saber que suas expectativas sobre o casal estavam erradas e eles te cativaram.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Karine, tudo bem!?
    Poxa, não conheço nenhum dos outros três livros da série, mas vi que cada livro traz uma história e um casal diferente.
    Engraçado como algumas autoras sempre fazem as coisas darem certo ou meio certo no final dos livros neh!? Adoro!
    Essa gravidez inesperada parece ter mudado muito a vida de Sabrina e Tucker, mas não muito pra pior.
    Gostei de que a personagem principal evolui durante a história e confia ainda mais em si mesma *-*
    Beijosss!!

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu já tinha visto essa capa por aí, mas nunca vi a sinopse e nem sabia do que se tratava. Apesar de parecer um clichê (e eu amo), é o estilo de história que eu amo, com filhos, romances entre pessoas que se querem, mas não estão em sintonia. Amo esse tipo de clichê, acho que eu gostaria muito desse também. Dica anotada!
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Que ótimo que apesar de não ter dado nada pelo casal no início acabou se apaixonando por eles! Eu fico como você, feliz e triste ao terminar uma série, embora me agrade ter um fim me sinto órfã. Li só o primeiro livro dessa série e amei demais, espero ter a oportunidade de ler os outros logo.

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Falta somente este para eu terminar a série, e confesso que por conta do epilogo no terceiro livro eu ainda não juntei coragem de ler esse. Assim como você disse não boto fé no casal, então fiquei mais empolgada em saber que eles funcionam ao longo da história. Sempre triste nos despedir de uma série né.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir