2 de mai de 2018

Resenha: Uma proposta e nada mais - Clube dos sobreviventes #1






Tinha algum tempo que não lia nada da belíssima autora em questão, então quando soube que a Editora Arqueiro ia publicar “Uma proposta e nada mais” eu simplesmente surtei e sabia que precisava ler. Imagina a surpresa quando eu comecei a ler ele as 2 da manha e quando o sol saiu eu ainda me encontrava lendo o livro. Será que isto é um sinal que eu gostei? Bom, vamos descobrir. 


Título: Uma Proposta e nada mais - Clube dos Sobreviventes #1
Autor(a): Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Ano de Publicação: 2018
Gênero: Romance de Época
Nota: 5/5
Sinopse: Primeiro livro da série Clube dos Sobreviventes, Uma Proposta e Nada Mais é uma história intensa e cativante sobre segundas chances e sobre a perseverança do amor.
Após ter tido sua cota de sofrimentos na vida, a jovem viúva Gwendoline, lady Muir, estava mais que satisfeita com sua rotina tranquila, e sempre resistiu a se casar novamente. Agora, porém, passou a se sentir solitária e inquieta, e considera a ideia de arranjar um marido calmo, refinado e que não espere muito dela.
Ao conhecer Hugo Emes, o lorde Trentham, logo vê que ele não é nada disso. Grosseirão e carrancudo, Hugo é um cavalheiro apenas no nome: ganhou seu título em reconhecimento a feitos na guerra. Após a morte do pai, um rico negociante, ele se vê responsável pelo bem-estar da madrasta e da meia-irmã, e decide arranjar uma esposa para tornar essa nova fase menos penosa.
Hugo a princípio não quer cortejar Gwen, pois a julga uma típica aristocrata mimada. Mas logo se torna incapaz de resistir a seu jeito inocente e sincero, sua risada contagiante, seu rosto adorável. Ela, por sua vez, começa a experimentar com ele sensações que jamais imaginava sentir novamente. E a cada beijo e cada carícia, Hugo a conquista mais – com seu desejo, seu amor e a promessa de fazê-la feliz para sempre.

Aqui neste livro vamos conhecer uma história que se passa após as guerras napoleônicas na Europa, teremos um grupo com 7 sobreviventes que tiveram suas marcas e pesadelos dessa horrível guerra, nem todos foram para a guerra, nem todos são homens, temos também uma mulher que seu maior pesadelo foi presenciar a morte de seu marido que antes foi torturado em sua frente. Personagens um tanto icônicos e que pelo menos uma vez por ano se reagrupam para uma espécie de cura da ferida, compartilham o que aconteceu em seu ultimo ano e principalmente a evolução da melhora dos traumas vividos.


Cada um com seu destaque de personalidade, uns eu estou mais do que ansiosa para conhecer a história tenho que confessar, mas neste volume já vamos conhecer um deles, e é o Hugo Hemes, ou melhor, dizendo: Lorde Trentham. Um homem que nem sempre pertenceu a aristocracia, ganhou o título por honra em guerra, mas veio de uma família de trabalhadores. Ricos mas que não pertencia à aristocracia e sim ao comercio, e por conta disso Hugo sempre desprezou esse ciclo fechado em que foi colocado. 

"É a parte que diz respeito ao filho que abate meu ânimo agora… Teria que ser legítimo, não é? Eu precisaria de uma esposa… Não tenho nada contra as mulheres. Só não quero ter uma todos os dias na minha vida. Ou na minha casa."

As coisas mudam quando seu pai morre e deixa todo seu dinheiro para ele, e no leito de morte de seu pai Hugo promete que irá ter um herdeiro para quem deixar toda a fortuna quando ele mesmo também morrer. O que acaba sendo o terror da vida dele, pois ele não planejava casar e muito menos ter um herdeiro, mas como prometeu terá que cumprir. Mas nunca imaginou que encontraria uma mulher que chegasse a suas expectativas. E na verdade ficou boa parte da história achando que não tinha encontrado. 


Não vou contar para vocês como ele conheceu a Gwendoline, ou melhor, Lady Muir, isso será uma surpresa e eu particularmente achei muito engraçada, então terão que ler para descobrir, mas posso falar que nossa Lady é a viúva do Visconde de Muir e a principio não tem a menor tendência a se casar novamente. Ela teve muitos traumas em seu primeiro casamento e não se vê casando novamente com o medo de passar pelo que passou no primeiro casamento. Uma mulher destemida, que tem sua própria opinião sobre tudo e nunca se permite transparecer os verdadeiros sentimentos. Mesmo que a insegurança lhe ronde ela sempre passa a impressão de estar mais segura do que nunca, e bem sabemos o quanto isso pode ser exaustivo. 

"…por mais que tentemos planejar e organizar tudo com cuidado. Tudo muda de forma mais inesperada e tudo é assustadoramente imenso. Somos pequenos demais."

Os dois juntos e confusão na certa, a verdade é que com temperamentos e inseguranças similares eles não conseguem notar que podem ser bons um para o outro, principalmente Hugo com todo seu preconceito pela aristocracia não consegue enxergar que pode perder algo que vale a pena ter na sua vida. Mas calma, quando ele começa a sentir a ficha caindo já teremos tido várias cenas que fazem ele ficar de boca aberta e nossa Lady também, afinal o mundo de Hugo também é desconhecido para ela que sempre foi criada dentro dos melhores círculos. Ambos na verdade tem que superar muitos dos preconceitos e das inseguranças que se auto impuseram ao longo da vida. 

Ao iniciar a leitura como disse no inicio eu não consegui parar, tinha algum tempo que não lia nada da autora fiquei completamente apaixonada e matando a saudade também. Uma mistura de superação com atrapalhadas e paixões, tudo na dose certa e Mary conseguiu me encantar mais ainda por ela, e na verdade mal vejo a hora de ler os próximos volumes, pois este é um livro que eu indico muito se você é fã de romances de época assim como eu. 


20 comentários:

  1. This book made a strong impression on me dear i need to read it, thanks for sharing..

    https://clicknorder.pk online shopping in pakistan

    ResponderExcluir
  2. O livro é ótimo mesmo, e adorei ver que ambos precisaram se adaptar ao mundo um do outro, e isso é o que realmente acontece a vida real.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Olha, não sou muito de ler Romances de Época... mas sabe que fiquei curiosa com este? Quero saber das confusões que, com certeza esses dois arrumaram até que tudo entrasse no eixo hahaha.
    dica anotada!

    bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Tudo bem?! Eu estou bem curiosa sobre esse livro de tanto ver amigas comentarem. Confesso que não é meu estilo de leitura.. Mas quando todo mundo fala sobre, bate aquela curiosidade.
    Já adc ele no lev.. Mas sem precisão de leitura.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Faz uns quatro meses que não leio nenhum romance de época e estou numa abstinência severa haha e esse livro parece ser bem dramático na dose certa e amorzinho, que é o que preciso para esses dias.

    Resenha bem pontuada!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Kah, tudo bem? Eu não sou fã de romances de época mas, comecei um projeto para ler mais romances até o final do ano e como você disse que virou a madrugada lendo esse livro, já estou super curiosa para saber como é a história. Esse ano apenas um livro me deixou tão entusiasmada assim (Relatos de Sangue Jonas Zair), espero que esse me deixe tão envolvida quanto você ficou.

    Eu gostei muito das suas fotos, um dia ainda aprendo a fazer essas montagens incríveis de cenários!

    Beijos e abraços
    http://resenhasdaviviane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Kah! Eu acho a capa desse livro tão maravilhosa, amei essa cor.
    Eu nunca li nada da autora e acompanhei esse lançamento da arqueiro, mas ainda não tive a oportunidade de iniciar a leitura.
    Espero conseguir fazer isso em breve.

    Beijos
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  8. Oi Kah. Amei sua resenha, você escreveu com muita paixão e além disso, considerei o enredo um pouco diferente do que costumamos encontrar por aí. Sem dúvida entrou para minha lista.

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderExcluir
  9. Eu só vi comentários positivos sobre essa obra, principalmente no que diz respeito aos personagens e como eles são maduros apesar de seus traumas, e sinceramente, isso é um diferencial nos romances de época, e que só faz me querer ler esse livro o quanto antes!

    ResponderExcluir
  10. Oiii Kah

    Ja vi vários elogios sobre os livros dessa autora, dizem que a escrita dela é mais madura, e pelo visto ela sabe dosar o romance, o humor etc sem forçar demais a mão, como ocorre em alguns romances históricos. Confesso que nãoé um gênero que me encante completamente, mas quem sabe futuramente eu me anime em conhecer a narrativa da Balogh, essa história parece ser boa pra começar.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Eu nunca li nada dessa autora, mas fiquei curiosa assim que vi esta capa. Acabei comprando e ainda não tive tempo de ler, mas pretendo fazer isso em breve.
    Adorei saber que a leitura foi tão envolvente e, pelo que percebi, o romance foi bem construído. A sua resenha me deixou bastante curiosa para ler, especialmente por causa dos personagens. Eles vivem realidades muito diferentes e acho que deve ser interessante vê-los superando os preconceitos e as diferenças.
    Adorei a resenha e espero conseguir incluir esse livro nas minhas leituras em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Não sou fã de romances de época, mas fico feliz que goste tanto da autora e que o livro tenha correspondido às suas expectativas. Confesso que achei muito legal isso de se passar depois das guerras napoleônicas e reunir esses sobreviventes no enredo, talvez eu até decida ler.

    ResponderExcluir
  13. Olá, eu sou apaixonada por Mary Balogh todos os livros que eu li dela até agora foram leituras maravilhosas que super valeram a pena. Essa capa é linda e a editora arqueiro sempre me conquistando com esses romances, já quero ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Eu estou muito curiosa com essa leitura e adorei poder conhecer as suas impressões sobre o livro. Eu amo demais o gênero e tenho certeza que vou gostar muito quando for ler.

    ResponderExcluir
  15. Olá Kah,
    Já li Ligeiramente Casados dessa autora e me encantei completamente com a narrativa da autora e a forma como ela constrói personagens. Desde que esse novo livro dela ia ser lançado, fiquei ansiosa para fazer essa leitura, mas até ler sua resenha, não fazia ideia do que esperar desse livro e me surpreendi com o que você apresentou. Adoro personagens que, quando estão juntos, são confusão na certa e fiquei curiosa para saber se, quando eu começar, não vou conseguir parar de ler também.
    Vou anotar essa dica para ontem!
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  16. Ola
    Quase comprei esse livro para minha mãe de presente , mas no ultimo minuto acabei mudando kkkkkk, mas é de época também, ela ama demais esse gênero e tenho certeza de que logo ela irá comprar esse livro, onde vou poder ler.
    Não é meu gênero favorito, mas achei interessante, e não ligo por ser uma série.
    Adorei as fotos e espero ficar tão empolgada ao ler como vc.
    Bjus

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Eu estou bem curiosa para ler essa série, mesmo nunca tendo lido nada da autora tenho o sentimento que vou gostar, mesmo que eu tenha achado o motivo do protagonista desse livro em particular um pouco nada com nada, mas eu posso e espero estar muito enganada, pois realmente pretendo começar a ler logo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Olá!

    Eu estou bem curiosa para ler essa série, mesmo nunca tendo lido nada da autora tenho o sentimento que vou gostar, mesmo que eu tenha achado o motivo do protagonista desse livro em particular um pouco nada com nada, mas eu posso e espero estar muito enganada, pois realmente pretendo começar a ler logo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Olá! Adorei a sua resenha, ela conseguiu me deixar curiosa para ler o livro. Ultimamente tenho caçado dicas de romances de época e esse me interessou bastante principalmente por saber um pouquinho dos personagens <3! As fotos ficaram lindas!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  20. Olá eu amo romance de época e esse livro já esta na minha lista minhas expectativas estão altas para ler esse livro espero não me decepcionar

    ResponderExcluir