28 de mai de 2018

Resenha: A força que nos atrai - Série Elementos #4


Enfim cheguei ao ultimo livro dos elementos, confesso que enrolei para pegar a leitura pois não queria dar adeus a essa série que me proporcionou tantos momentos mágicos. Mas tudo tem um fim não é? Vamos então para as considerações do fim que acabei de ler. 


Título: A Força Que Nos Atrai
Autor(a): Brittany C. Cherry
Editora: Record
Páginas: 308
Ano de Publicação: 2017
Gênero: New Adult
Nota: 5/5
Sinopse: Graham e Lucy não foram feitos um para o outro. Mas é impossível resistir à atração que os une.
Graham Russel é um escritor atormentado, com o coração fechado para o mundo. Casado com Jane, um relacionamento sem amor, ele vê sua vida virar de cabeça para baixo quando Talon, sua filha, nasce prematura e corre risco de morte. Abandonado pela esposa, ele agora precisa abrir seu frio coração para o desafio de ser pai solteiro. A única pessoa que se oferece para ajudá-lo é Lucy, a irmã quase desconhecida de Jane. Apaixonada pela vida, falante e intensa, ela é o completo oposto de Graham. Os cuidados com a bebê acabam aproximando os dois, e Lucy aos poucos consegue derreter o gelo no coração de Graham. Juntos, eles descobrirão o amor, mas os fantasmas do passado podem pôr tudo a perder.

Vamos conhecer nessa história primeiramente o Graham, um autor muito reconhecido e que vive no auge de sua carreira, mas que tem muitos problemas de confiança e de se socializar, na verdade el eé um anti-social de primeira e mais do que tudo, ele tem sérios problemas com o pai, problemas que ao longo da leitura vai ficando mais exposto e claro o porquê de tudo. Agora imagina o desespero dele quando sua esposa lhe abandona no momento mais critico da vida. A filha do casal acaba de nascer e é pré-matura, com chances de sobreviver quase que mínima. 

O outro lado da moeda tem a Lucy, uma mulher muito alegre, mas que também tem traumas em seu passado, mas pegou todo o sofrimento que teve e criou forças para batalhar. Sempre com um sorriso no rosto e sempre tentando ver o lado bom de tudo que ocorre. Sendo ela e mais duas irmãs sempre fez de tudo para manter elas unidas depois da morte de sua mãe, mas infelizmente uma nunca conseguiu se encaixar. 


A irmã no caso é a mais velha, Jane, que por sinal é a esposa de Graham, e como abandonou marido e filha de uma maneira abruta vemos Lucy e Graham se juntarem pelo bem maior, uma bebê que nem imaginava tudo que estava acontecendo. E dai partimos para a história, duas pessoas que não tem nada a ver uma com a outra, mas que tem um motivo maior para se juntar. 

A evolução de personagens nesse livro é linda de se ver, mas eu já estava meio que esperando isso, afinal isso é marca registrada da autora, mas me tocou muito esse livro, a carga dramática que vem sido trabalhada em cada página me deixava com o coração na mão eu simplesmente não sabia como lidar com tudo que estava lendo. Temos alguns flashbacks da história de Graham e me deixava em lágrimas em várias vezes. Acaba que todo o seu comportamento tem um porque de estar enraizado nele e depois de tantos anos ele se ver mudando é muito duro e conflitante para ele. 

"Mesmo as almas mais sombrias podem encontrar algum tipo de luz no seu sorriso."

Lucy também tem seus problemas, claro que não no nível de seu cunhado, mas ela também tem que se provar e provar várias vezes ao longo da leitura teve que ser madura ao extremo em momentos dos quais ela só precisava na verdade ser cuidada. Foi uma personagem que me encantou pela sua facilidade de mesmo em momentos tristes ver seu lado positivo, sempre procurar ser presente e útil para as pessoas, gostar de ver todos bem e lutar por isso. 


Claro que é um livro do qual eu indico e pretendo ler em algum momento novamente, pois foi uma leitura tão confortável tão acolhedora que simplesmente não conseguia me desconectar, e ao finalizar eu me senti desesperada por pelo menos mais dez páginas, mas isso é meio que normal, afinal estamos falando de Brittany né, a minha destruidora de corações e que sempre consegue me arrasar. 

Esse foi o ultimo da série “Os Elementos” e eu já me sinto abandonada sem mais livros dessa querida para ler. Então leia, leia essa série se ainda não começo e se já finalizou assim como eu me diga o que achou, irei adorar saber o que verdadeiramente achou dessa obra linda e tão intensa. Dos quatro creio que esse fica empatado com o terceiro volume do ranking dos meus favoritos, com o primeiro livro ficando em primeiro lugar. Espero que tenham gostado de conferir minhas considerações. 

Beijos

13 comentários:

  1. Olá, como vai? Sua resenha ficou bem escrita, conheci esses livros através da minha irmã que é completamente apaixonada pela história deles e faz de tudo para me convencer a ler os livros mas, esse gênero não faz o meu tipo e não gosto dessas capas com pessoas na frente.
    Sempre achei interessante o sentimento de abandono que sento quando termino um livro ou série que eu gosto, espero que encontre outros livros tão bons quanto esses para se apegar.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  2. Oi Kah tudo bem? Dessa série li até o dois, os livros me encantaram pois mostra o drama de pessoas que foram marcadas por acontecimentos ruins em sua vida, gosto de ver o crescimento dos personagens e agora que já saíram todos posso terminar de ler, parabéns pela resenha, fiquei super curiosa. Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Gostei da série mas o terceiro livro foi o que menos gostei, pois criei uma antipatia com a Meggie May que deixou a leitura muito desconfortável pra mim, (não me mate mas achei ela egoísta demais e só viu o estrago que fez na vida da familia quase no fim), enfim, voltando para A Forçã Que Nos Atrai, realmente teve horas em que quis matar ambos kkkkk, ela por ser feliz em momentos em que não era o ideal, e ele pelas patadas kkkk mas sei que era a personalidade e o modo de viver de ambos , amei demais mesmo o "Vovô Ollie", sábio homem.
    É uma série que recomendo bastante , logico, quando sei que a pessoa vai gostar.
    Adorei as fotos.
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Olá lindona,

    Acho formidáveis essas capas <3
    Gostei de saber mais um pouco dos personagens, porque nos romances sempre busco por personagens com defeitos e com uma força bem definida para não ficarem naquela encruzilhada de vítima e na próxima cena, já forte com Hércules.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Eu li só o primeiro volume e amei demais, estou louca pelos próximos. Gostei da sua resenha deste último livro da série e acho que ele vai me agradar bastante. Eu adoro séries, mas sempre fico com saudade quando termino hahaha

    ResponderExcluir
  6. Oiii Kah

    Já falei que tu arrasa nas fotos pro blog? Todas as resenhas tuas que leio tem umas fotos lindas...
    Esse livro parece ser muito bom, um poquitin dramático com certeza, mas pelo que vi está emocionando muita gente. Eu ainda nem tenho planejado em conferir a série (a lista tá enorme demais) porém, acredito que pra quem curte um romance com drama de apertar o coração, essa é a série com certeza.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Olá! Poxa é um misto de emoções quando terminamos uma série não é mesmo, a gente não sabe se fica morrendo de saudade ou morrendo de felicidade hahaha.. Não conhecia a série mas gostei de saber que trabalhar bem as personagens é uma característica da autora, prezo muito por personagens que evoluem no enredo <3

    Gostei muito da sua resenha e das fotos também, obrigada pela dica!

    Beijos,
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho interesse pela leitura dessa série.
    No inicio eu não dava para história, mas fui encontrando várias resenhas e despertou meu interesse. Sem falar que as capas são lindas rs.
    Espero iniciar a leitura em breve... e mesmo não lendo, sei como é a sensação de finalizar uma série que gostamos rsrs é horrível

    Beijos
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  9. Oi Kah, da série este foi o livro que menos gostei, para mim ficou faltando um pouco da emoção que encontrei nos outros livros, sem falar dos personagens em si. O que gostei mesmo foi ele ter assumido a criação do bebê.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu amei o desenrolar desse livro e fechou muito bem a série. Ver o crescimento de Graham como pai foi tocante, mas O silêncio das águas ainda é o meu livro favorito.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  11. Não tenho vontade de ler essa série, e acho que esse livro infelizmente é o que menos me atraiu. Não entra na minha cabeça o relacionamento entre o cara e a cunhada não, eu sei que o que aconteceu foi de partir o coração, que os dois têm suas feridas e tal, mas simplesmente não consigo me envolver com histórias do tipo, com mais de uma pessoa da mesma família se relacionando com uma mesma pessoa, ainda que não ao mesmo tempo. Mas que bom que curtiu a leitura e que gosta tanto das tramas da autora!

    ResponderExcluir
  12. A C. Cherry é uma autora fantástica! Sou apaixonado pela forma como ela compõe suas histórias. "A Força Que Nos Atrai" foi a minha primeira leitura desse ano e virou um dos meus favoritos sem dúvidas. Ela consegui imprimir, mais uma vez, sentimentos e acontecimentos extremamente reais e tocantes que acabam conosco. Estou mega feliz em saber que compartilhamos do mesmo amor pela autora e seus livros! Beijos do Wes ^^

    ResponderExcluir
  13. Oi Kah! Tudo bem?
    ADORO as propostas dessa série e todas elas de alguma forma me tocam o coração bem fundo. Essa última, porém, consegue me instigar mais porque tento imaginar como duas pessoas tão diferentes poderão conseguir lidar com uma criança especial e tormentos passados.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir