16 de ago de 2017

Resenha: Jane Austen Roubou Meu Namorado


É impossível ver uma capa dessas, um título desses, a referência a Jane Austen e não desejar desesperadamente por as mãos nesse exemplar imediatamente. O engraçado é que eu nunca li nenhuma das famosas obra de Austen, e embora vontade não me falte, eu acabo sempre caindo em adaptações e biografias antes mesmo de conhecer a escrita da autora, o que não foi diferente em 'Jane Austen Roubou meu Namorado'.


Título: Jane Austen roubou meu namorado
Autor(a): Cora Harrison
Editora: Rocco
Páginas: 288
Ano de Publicação: 2017
Nota:
Gênero: Chick-lit
Onde Comprar: Amazon / Saraiva
Sinopse: Baseado nos diários da escritora Jane Austen na adolescência, este divertido romance juvenil é uma história de aventura, mistério, fofocas e, claro, flertes e paixões. Uma das autoras mais queridas em todo o mundo, cujo bicentenário de morte ocorre este ano, Jane Austen (1775-1817) segue arrebanhando uma legião de fãs em pleno século XXI com romances nos quais retrata a sociedade inglesa de sua época com precisão e ironia. Em Jane Austen roubou meu namorado, a escritora irlandesa Cora Harrison recria, para os jovens de hoje, a atmosfera dos livros da própria Jane Austen mesclando ficção e dados reais, a partir dos diários da autora de Orgulho e preconceito. O livro retrata as peripécias amorosas da futura escritora, que já se considerava uma especialista em assuntos do coração, e de sua prima Jenny.

Este é um livro de ficção que narra em forma de diário as aventura de Jenny Cooper, prima e melhor amiga da jovem Jane Austen. Na verdade esse é o segundo livro da série escrita por Cora Harrison que vem sendo publicada aqui no Brasil pela Editora Rocco. Antes dele temos 'Eu Fui a Melhor Amiga de Jane Austen', que por sinal eu não li e aparentemente creio que não fez tanta diferença assim para mim na sequência da estória.

O enredo se passa em 1791, e as adolescentes estão naquela fase de ir aos bailes da temporada, flertar e pensar em um futuro casamento. Enquanto nossa jovem visionária, Jane Austen, anda indecisa quanto aos assuntos do coração, Jenny Cooper por sua vez está caidinha pelo capitão da marinha Thomas Williams. Ele então decidi pedir sua mão em casamento, mas Edward-John, irmão e tutor de Jenny, nega sua benção.

Por mais que Jenny more com a família Austen, é Edward-John o responsável por administrar o dinheiro deixado pela mãe da jovem, isso pelo menos até ela atingir os vinte anos de idade. E coincidentemente, ou não, sua cunhada Augusta, que está sempre manipulando a opinião do marido, convence Edward-John que se casar antes aos dezessete anos não seria ideal para Jenny.


Vendo a prima sofrer com o romance impossível, Jane Austen vai se inspirando para escrever ainda mais em seus romances, além disso tem a brilhante ideia de se corresponder por cartas com o capitão no lugar da prima, elas também terão a ajuda de um amigo de infância de Jane, que seguirá as meninas até a viagem para Bath, disposto a garantir o envio e recebimento das cartas entre o casal e ao mesmo tempo mostrar a Jane sua fidelidade.

Volto a reforçar que esse enredo é pura ficção, apesar de ter sido inspirado no pouco que se sabe da biografia de Jane Austen e sua família, mas o gostinho que nos dá por ver parte da vida e inspirações da grande romancista de mente visionaria, já é uma grande satisfação.


Não se sabe muito sobre os romances vividos por Austen, que chegou aos quarenta e um anos sem ao menos se casar, mas em 'Jane Austen Roubou meu Namorado', a autora narra como a mente e diálogos de Jane atraia vários pretendentes, de tal forma que algumas garotas diziam que ela iria ficar mal falada, só que pra Jane isso pouco importava, que de forma irônica e engraçada vemos como apenas se preocupava em decidir por qual deles entregar seu coração.

Para os leitores da autora porém, a graça do  romance talvez esteja nas passagens citadas dos grandes clássicos de Austen, como se ela os tivesse escrevendo naquele momento por causa das situações vivenciada com ela e seus parentes nos capítulos descritos. Coisa que até me fez esquecer por alguns momentos que era tudo ficção, pelo menos até eu dar de cara com a nota da autora no fim do livro, que nos esclarece de onde foi tirado cada ideia.


Posso dizer que o título 'Jane Austen Roubou meu Namorado' é mais impactante do que a obra em si, que demorou um pouquinho para me conquistar, e que ao chegar em determinado ponto, trazendo seus bailes e um caso de julgamento, me trouxe um norte para o enredo, que acabou sendo uma estória fofa direcionada tanto para os fãs da autora como para o publico juvenil que procura um romance de época mais inocente.


12 comentários:

  1. Ai, Thais!

    Que resenha mais fofa!!! Amei!
    Abraços,
    Drica.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Tudo bem? Amei a resenha, falando em romance de época eu já estou empolgada!! Vou na livraria amanhã e vou ver se trago esse livro também, já terminei de ler todos que adquiri.
    Beijocas.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá, Thais! Tudo bem?
    Eu achei as fotos maravilhosas, a capa desse livro é muito bonita também. Eu gostei muito da sua resenha, mas infelizmente o livro não me despertou um grande interesse. Vou indicar para as amigas!
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo! Quem sabe num próximo momento, não é mesmo??
      Obrigada pelos elogios <3

      XOXO

      Excluir
  4. Mesmo sendo ficção, me chamou atenção por abordar uma autora tão conhecida, fiquei curiosa pra conhecer a prima e saber como seria a Jane como personagem.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi gostoso conhecer a mente da jovem Jane Austen, mesmo sabendo que não passa de ficção, a minha curiosidade pela vida/história da autora só aumentou <3

      XOXO

      Excluir
  5. Esse livro definitivamente me atrai, pois amo as obras da Jane Austen e quero conhecer como essa autora trabalhou a ideia.
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto muito da Jane Austen e já quero ler esse livro. Adorei que se passa na época dela e faz meio que uma fanfic com a autora. MAS MENINA, CÊ PRECISA LER OS LIVROS DA JANE! Sério, eles são maravilhosos!

    ;*

    ResponderExcluir
  7. Nunca li algo da Jane Austen, porém tenho alguns livros dela em casa, só preciso de tempo para lê-los.
    Mas enfim, este livro chamou minha atenção pelo título, pois sempre tem alguém recomendando leitura da Jane, então quando alguma outra obra a cita, minha curiosidade aumenta. Porém não me senti empolgada com a história, então vou anotar o titulo por aqui, mas não o colocarei no topo da lista de leituras.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Apesar de ama Jane Austen, confesso que sempre tenho pé atrás em livros adaptativos dela. Gente sério, eles conseguem quebrar bastante o que esperamos. Acho e concordo quando você diz que esse livro é para quem espera um romance de época inocente ou para adolescente, porque pelo enredo, como fã, não leria não. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir