Resenha: Com Você - Fidex #2

escrito por - sexta-feira, julho 14, 2017


E lá vamos nós para a segunda parte dessa história? Sim, vamos para a segunda parte desse romance tão intenso e explosivo que estou acompanhando no momento, e que vim contar a todos vocês o que achei. 

Vamos lá: 

Título: Com você
Autor(a): Laurelin Paige
Editora: Rocco
Páginas: 400
Ano de Publicação: 2015
Gênero: Erótico
Nota: 3,5/5
*Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: No segundo livro da trilogia Fixed, iniciada com Por Você, Laurelin Paige mostra a evolução do explosivo relacionamento entre Alayna Whiters e o bilionário Hudson Pierce numa trama que envolve sexo, desejo e superações. Em Com você, a jovem Alayna precisa novamente lidar com suas obsessões. Afinal, ela não se acha capaz e nem merecedora de dividir o mesmo teto com alguém como Hudson Pierce um homem bilionário e sedutor disposto a realizar todos os seus sonhos, inclusive sexuais e vive atormentada por dúvidas, culpa e desconfianças. Mesmo ligados por uma conexão física vital, a relação dos dois é posta à prova quando segredos do passado vêm à tona.


Por incrível que pareça o segundo volume está me dando uma bela dor de cabeça em como ser resenhada, não que o livro seja ruim, pois ele não é. Mas pelo fato que não quero soltar spoilers de maneira alguma para nenhum de vocês, então se a resenha parecer um tanto confusa eu peço mil perdões. Diante disto vamos lá não é mesmo?

O casal nós já conhecemos do livro anterior, (se não conhece basta clicar aqui) temos Alayna que é uma jovem cheia de ideias e objetivos, mas que ao mesmo tempo enfrenta um distúrbio muito grande que afetou muito seu passado e está começando a complicar seu presente e possível futuro, e temos Hudson, que no final do primeiro livro descobrimos que sofre também de um distúrbio que a meu ver é muito mais grave do que de Alayna.

"Levei meus olhos aos dele. Não, o que eu sentia por ele não havia mudado. No mínimo, tinha ficado mais profundo."

Esse é um tipo de casal que tem tudo para dar errado, com os passados de ambos pensamos logo de cara que será uma coisa forçada, mas não, na verdade eles em meio de toda a loucura conseguem encontrar uma sintonia, porém como nem tudo são flores a insegurança de Alayna, seu passado, seus medos acabam prejudicando e bastante esse relacionamento dela com Hudson, tive momentos que quis muito dar na cara dela para ver se assim ela acordava. Mas sempre respirava fundo e tentava entender o porquê dos pensamentos que me foram apresentados e o porquê de suas reações.


Hudson continua aquele macho alfa que quer ter controle sobre tudo e todos a sua volta, certas coisas não mudam, mas ao mesmo tempo em que ele quer o controle absoluto consegui observar que ele está tentando se adaptar a sua nova realidade, que é ter uma mulher em sua vida da qual não seja por influencia de seus traumas, que esteja com ele porque quer, não por ter sido coagida. Confesso que esperava um pouco mais sobre o passado dele, queria entender melhor sobre ele, senti falta disso na minha leitura.

Os temas abordados nesse segundo volume basicamente se resumem a: confiança. Muitas das brigas que li nesse livro foi por medos e falta dessa coisinha mais do que necessária. Se abrir mais um para o outro a respeito do que realmente pode estar acontecendo, isso tudo tem um impacto muito grande no contexto geral.

A história é muito fluida, a pegada erótica é mais do que evidente, afinal, com esses dois não tem como não obter cenas bem carregadas de erotismo. Mas uma coisa que continua a me incomodar é ter somente a visão de Alayna, creio que se a autora tivesse intercalado as visões seria muito mais interessante até para entendermos muitas das ações de Hudson nesse livro.

"... Bem, todos nós tivemos pessoas que nos moldaram, para melhor ou pior. Culpar outra pessoa por nossas próprias ações era uma atitude egoísta. Tínhamos que ser responsáveis por nossas próprias ações. Eu aprendi isso da pior maneira."

Mas a verdade é que mal vejo a hora de iniciar o terceiro volume, que apesar de já imaginar qual seja o desfecho que muito saber como será o desenvolver e lógico entender melhor sobre Hudson, que sem duvida é um homem com uma carga muito grande de problemas emocionais.

Recomendo muito o livro, mas para aqueles que como eu tenham certo amor por literatura erótica, pois se você não curte ou está tentando ler algo do gênero para conhecer, esse livro é um tanto pesado. Mas se você não se encaixa nesta ultima opção, se jogue. Claro que do primeiro livro não desse, mas leia, leia a série toda assim como eu, e depois venha bater um papo comigo e contar o que achou e o que não achou, eu sem dúvidas irei amar isso.





Você vai gostar de ler...

3 comentários

  1. Oiii amiga tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse, pois não sou muito chegada em livros eróticos, mas gostei muito de saber a sua opinião e lindas fotos.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi. É uma premissa bem interessante. Acho legal quando o casal é muito diferente um do outro, que mesmo com seus traumas e problemas acabam se entendendo. Mas como não curto muito o gênero erótico, vou passar a dica dessa vez. Ótimas leituras!

    ResponderExcluir
  3. Gente, essa capa está arrasadora, mas eu não consigo mesmo ler esse tipo de enredo. No começo até me envolvia com as histórias, mas agora parece que é tudo muito igual.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir