Resenha: Essa Luz Tão Brilhante

escrito por - segunda-feira, janeiro 30, 2017


Título: Essa luz tão brilhante
Autor(a): Estelle Laure
Editora: Arqueiro
Página: 203
Ano de publicação: 2016
Gênero: Romance/Drama
Nota: 3/5
Sinopse: O pai dela surtou e foi internado. A mãe disse que ia viajar por uns dias e nunca mais voltou. Wren, sua irmãzinha, parece bem, mas já está tendo problemas na escola. Lucille tem só 17 anos, e todos os problemas do mundo. Se não conseguir arrumar um emprego para pagar as contas e fingir para os vizinhos que está tudo em ordem, pode perder a guarda da irmã. Sorte a dela ter Eden, uma amiga tão incrível que se dispõe a matar aulas para ajudá-la. Azar o dela se apaixonar perdidamente justo agora, e justo por Digby, o irmão gêmeo de Eden, que é lindo, ruivo... mas comprometido.
Essa luz tão brilhante é a história de uma garota que descobre uma grande força dentro de si enquanto aprende que a vida e o amor podem ser imprevisíveis, assustadores e maravilhosos – tudo junto e misturado.

Oi meus queridos leitores, que tal hoje conhecermos mais um livro de capa linda, mas que infelizmente a história não me encantou como eu tanto esperava! Pela primeira vez na história dos meus livros lido da Arqueiro, encontrei um que se eu pudesse devolver teria devolvido.

Sim, posso estar sendo dramática, ou talvez exagerando, mas gente, que decepção foi este livro para mim, um livro que me foi tão bem recomendado, mas que no final, parei, pensei, e chegue à conclusão que poderia ter lido outro livro da imensa lista de livros que tenho aqui. Mas vou explicar, o porque não gostei, mas calma, o livro tem seus pontos positivos, nem tudo é de todo mal.
"Como é que num dia uma pessoa é um componente de decoração na casa (uma mesa bacana, talvez) e no outro passa a ser os canos, a fundação, a viga central sem a qual toda a estrutura desaba? Como é que uma estrela que mal se nota se transforma no sol?"
Este livro nos apresenta a história de Lucille, uma garota de 17 anos que teve que presenciar um surto psicótico do pai, o abandono de uma mãe que disse que ia viajar, mas que na verdade, nunca mais voltou, e de quebra ainda tem uma irmã de 9 anos para criar. Pois é, de cara notamos que a carga dramática será enorme. E realmente, no quesito drama o livro sabe fazer seu trabalho.

Lucille se vê em uma situação muito complicada, como já disse, sua mãe sumiu, seu pai, vamos deixar para lá, o dinheiro está quase inexistente, e tem sua irmã para criar. A única pessoa que sabe de tudo que realmente ela está passando é sua melhor amiga, Eden, uma amiga tão maravilhosa que se dispõe em ajudar Lucille a arrumar um trabalho, cuidar de sua irmã e do que mais ela precisar.


Ponto negativo de ter essa melhor amiga? Ela é gêmea, e seu irmão Digby é o grande amor da vida de Lucille, mas claro que ela não pode nem sonhar em dizer isso, já que o rapaz namora a anos com a mesma menina e tem planos de construir uma vida com ela. Vida fácil dessa menina de só 17 anos não é mesmo? Pois bem, vamos à luta porque a morte já é certa. Afinal, quase sem dinheiro, sem comida e com uma casa caindo aos pedaços, um plano emergencial é necessário para se manter as aparências pelo menos até Lucille fazer 18 anos, ai sim, ela terá certeza que ninguém poderá tirar sua irmã dela.

Planos traçado, colocado em ação, mas o medo ainda persiste, a insegurança, a esperança também existe, mas até que ponto ela ajuda?

Eu gostei do livro pelo fato que o drama é certo como eu já mencionei, e apesar de algumas coisas que vão acontecendo ao longo da história serem um tanto surreal, se entra também uma parte que poucos infelizmente ainda tem consigo, a solidariedade. O ato de ajudar sem esperar algo em troca realmente é uma raridade hoje em dia. E isto eu gostei muito de poder conferir, de poder lembrar que ainda se existe isso. O crescimento de Lucille, sempre disse que gosto de ver o crescimento de um personagem, e tenho que assumir, que essa menina evoluiu como poucos aos 17 anos consegue.


O fato negativo para mim foi que a autora ficou o livro todo mencionando por exemplo a mãe das meninas, mas em momento algum ela dá um ponto final nesta fase, o livro começa e termina sendo mencionado a tal mãe, mas o desfecho para ela simplesmente não existe. Outro ponto que me irritou muito, foi que chegando ao final do livro não entendi qual era a real ideia da autora, pois ela colocou milhares de acontecimentos, mas não deu um fechamento para quase nenhum. Os poucos fechamentos que ela colocou foram muito, mais muito apresados e mal elaborados a meu ver. Isso me deixou extremamente irritada.

A primeira coisa que me encantou neste livro foi a capa. Colorida, chamativa, ela realmente desperta um Q de curiosidade, tanto que foi por isto que eu comprei o livro, se não, ficaria feliz em esperar alguém me dar ele de presente, sem problema algum. Não existem capítulos neste livro, isso mesmo, o livro foi separado por dias. Cada dia ia mostrando o que essas irmãs e amigos passavam, a superação que tinha que ser superada. A revisão realmente como sempre está muito bem-feita, junto com a diagramação, a leitura é agradável, mas se formos analisar a fundo, existe muito furo dentro dela.

Bom, pela primeira vez na história do meu amor de estrela cruzada pela Arqueiro tive que vim aqui e fazer uma resenha meio que negativa para vocês. Mas galera não se esqueça, está é a minha opinião, eu vi muitas pessoas elogiando o livro, tanto que foi por isso que comprei. Mas eu não gostei tanto, não quer dizer que você não goste. Acima de tudo, dê uma chance ao livro, pois sua carga dramática para quem gosta de drama está muito bem elaborada.

Beijos

Você vai gostar de ler...

22 comentários

  1. Não gostar de uma história é normal, nem tudo agrada a todos, e isso é a coisa boa na leitura, opiniões diversas, pensamentos diferentes e algo que não agrada a uns e a outros sim.
    Mesmo assim gostei da sua visão sobre a história. Sempre lembrando que o que vc não gostou é o que muita gente procura numa história.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ola Kah lindona eu amei esse livro, gostei da protagonista, em um ponto concordo com você, a mãe some e vira as costas a seus filhos e fica assim? Isso me incomodou, ambos personagens são corajosos e com um coração enorme disposto a ajudar sempre.beijos

    Joyce - Livros Encantos
    http://www.livrosencantos.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Kah, eu fiquei com medo de não me identificar com a trama. Isso acontece até com autores e autoras que amamos e damos como certo que não vamos ter problemas. Obrigada por apontar as dificuldades que você teve no texto e espero que a sua próxima leitura traga uma experiência melhor!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Kah, tudo bem?
    Eu solicitei esse livro com a editora, mas foi uma das minhas resenhistas que acabou lendo.
    Tanto a sinopse quanto a capa me chamaram atenção desde o início e, tanto a resenha da minha resenhista, quanto a sua, me deixaram bastante curiosa em relação a história (apesar de serem totalmente opostas rs). Ela adorou e você, nem tanto. Fiquei curiosa.

    Parabéns pela resenha, e principalmente pela sinceridade.

    Beijos,
    Amanda
    http://www.confissoesfemininas.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Kah!
    Que pena não ter gostado da leitura. É bem triste quando isso acontece e eu super entendo. As vezes o livro não se encaixa na nossa cabeça.
    A premissa da história parece bacana, mas eu não leria, por não ser muito fã de dramas.
    Espero que sua próxima leitura seja fantástica!
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Como você, eu também prefiro que as pontas sejam amarradas de forma satisfatória, e olha que o ponto que me satisfaz não é tão dificíl de chegar, já que eu não ligo para finais abertos, tipo se a história é sair do ponto A e chegar no ponto B, não importa se o ponto B pode ter milhões de possibilidades, a história fechou. Agora se o autor começa a apresentar milhões de conflitos e não resolve quase nada, isso me irrita bastante.
    Acho que vou pular a dica por enquanto

    ResponderExcluir
  7. Hello!
    Não conhecia esse livro, mas como vc tb amei a capa.
    Mas lendo a sinopse eu ja tiraria ele da minha lista, nao é mto o tipo de leitura que gosto.
    E agora lendo o que vc achou, desanimei de vez de ler.
    Livro que enche de coisas e ja fecha nenhum deles me irrita tb.
    Muito boa a resenha, expos direitinho a sua opiniao.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  8. Olá linda,

    A capa é bem bonita realmente, mas a sinopse já tirou o brilho do livro, porque é muito drama e normalmente isso acaba transformando o livro num berço de lamúrias e infelicidades que nem sempre tenho paciência para lidar e com acontecimentos não fechados, iria me deixar furiosa.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olha,
    Eu amo Romance e se vier acompanhado de um belo Drama, pronto! Já me ganhou pra sempre! Anotadíssimo e já vi resenha dele nos vídeos de alguns amigos. Bela dica! Abração,
    Drica.

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Desde o lançamento da obra fiquei bem interessada exatamente pela capa ser colorida e chamativa. Ainda não consegui fazer a leitura, mas por onde vejo-a sendo citada está rodeada de elogios.
    A premissa me deixa intrigada e saber que demonstra solidariedade em alguns pontos me deixa feliz, afinal assim como você disse é uma raridade hoje em dia.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  11. Oii!

    Realmente a capa é liiinda! Mas que pena que não foi uma boa leitura, fiquei triste... Depois de ler sua resenha já sei que não pretendo fazer a leitura da obra. Parabéns pela resenha!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Oi, Kah
    Tenho vontade de ler esse livro, embora não seja uma prioridade. Que pena que você não curtiu o livro. As pessoas realmente tem o elogiado bastante. Mas ficar sem muitas repostas e sem desfechos, acho que também não me agradaria. Mesmo assim ainda pretendo ler um dia, quem sabe goste.

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    Eu ainda não li o livro, mas estou aguardando a publicação da continuação para ler em sequencia. Que pena que não gostou tanto do livro, mas vou dar uma chance para a leitura.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  14. Olá! Nossa, fiquei bem empolgada em ler por causa da premissa, gosto de dramas e fiquei curiosa para saber como essa jovem vai conseguir lidar com toda essa responsabilidade. É chato quando o autor (a) deixa pontas soltas na história, nos faz criar diversas dúvidas. Mas, mesmo assim, ainda tenho vontade de ler, beijos!

    Entre Livros e Pergaminhos

    ResponderExcluir
  15. Não gosto de dramas, geralmente, porém, este pareceu legal. Vou pôr na minha lista

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem? Nossa a medida que eu lia, via que seria uma história do meu interesse, afinal adoro dramas e acho essencial em livros de romance. Mas quando chegamos ao ponto negativo, vejo que talvez passe afinal finais horríveis e com pontas soltas não é do meu gosto. Fora que o livro é carinho e para me decepcionar prefiro nem ler. Ótima resenha!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Hi baby, tudo bem? vejo criticas mistas a respeito desse livro, uns amam de paixão e outros nem tanto, assim como você e mesmo não tendo lido compreendo seus pontos negativos apontados e sei que quando eu for ler devo me incomodar com os mesmos! de qualquer forma adorei a resenha

    Lilian Valentim
    http://speakcinema.blogspot.com.br/
    beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Olá, só eu achei essa trama um pouco confusa? Não entendi o porque de a autora ficar citando a mãe, se nem um final decente escreveu para a mesma. Apesar de alguns pontos positivos citados por você em suas impressões, acredito que não leria o livor, ficaria muito confuso.

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Sabe que eu senti a mesma coisa? Foi um livro bem do comum, se eu soubesse, nem teria pedido. Achei a leitura bem modorrenta. Nem vou me habilitar a ler o segundo.

    ResponderExcluir
  20. Oi
    Aquele momento confessionário: uma aluna minha me apresentou esse livro ano passado! Ela estava super nervosa com o livro porque não concordava com algumas coisas na história, no alto dos seus 13 anos, ela desabafou comigo mais ou menos o que você falou na resenha, que o livro beirou a um final confuso. Uma pena! E a capa é realmente linda!

    Talita - Viciados em Leitura

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro porque a sinopse dele já me conquistou desde a primeira vez que li. Mas confesso que ao ler a sua resenha me desanimei um pouco, especialmente por causa de todos esses acontecimentos que ficam sem fechamento na história.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Oie!!
    Nossa é tão ruim quando um livro não é aquilo que esperamos e acabamos por nos decepcionar. A capa dessse livro é realmente linda, como disse, mas eu infelizmente não me interessei pela história e vendo o que disse sobre ele, meu interesse meio que diminuiu ainda mais

    beijos

    ResponderExcluir