Resenha: Para Poder Viver

escrito por - quarta-feira, outubro 12, 2016


Título: Para Poder Viver
Autora: Yeonmi Park
Editora: Companhia das Letras
Páginas:328
Gênero: Autobiografia
Nota: 5/5
Sinopse: Em narrativa memorável, uma jovem norte-coreana conta como escapou de uma das mais sanguinárias ditaduras do planeta. Yeonmi Park não sonhava com a liberdade quando abandonou a Coreia do Norte. Mas sabia que fugir era a única maneira de sobreviver à fome, às doenças e ao governo repressor. Este livro é a história da luta de Park pela vida. O leitor acompanha sua infância no país mais sombrio do mundo. Em seguida, testemunha sua fuga, aos treze anos, pelo submundo chinês de traficantes e contrabandistas. Emociona-se com seu périplo pela China através do deserto de Gobi até a Mongólia, guiada pelas estrelas, em direção à Coreia do Sul. Vibra com seu papel como ativista pelos direitos humanos. Antes dos 21 anos, Yeonmi acumulou experiência suficiente para encantar todas as gerações de leitores neste livro memorável.

 Olá pessoal, a louca da biografia está aqui novamente, e hoje venho com um livro que eu vi em uma indicação no blog Poyozo Dance, então parei tudo que estava lendo no momento mesmo estando mais atrasada do que tudo e comecei a ler esse livro, e olha, eu não me arrependo nem um pouco de ter feito isso.

Aqui temos Yeonmi Park,ela é uma refugiada da Coreia do Norte uma das maiores ditaduras do mundo, sempre ouvia coisas horríveis sobre esse país mas ao ler esse livro eu realmente fiquei enojada e por incrível que pareça, comecei a achar o Brasil um lugar maravilhoso para se morar,as coisas que acontecem nesse país são inacreditáveis e você nunca imaginaria alguém vivendo isso e achando normal.

 Pareceu um lugar agradável para se viver, mas eu estava aterrorizada com a ideia de ficar lá com Hongwei. Mais uma vez ele tentou me estuprar. Mais uma vez eu lutei com ele como alguém que não tem mais nada a perder, como se houvesse um demônio dentro de mim

O livro começa quando a Yeonmi tem apenas 7 anos, e ela explica como funciona o básico do sistema trabalhista lá da Coreia, lá existe algo chamado status songbun que você carrega pelo resto da sua vida definindo no quanto dinheiro você vai ter, lá quanto mais devoto ao ditador você é, mais dinheiro você tem, e se você fizer qualquer coisa que seja considerada traição contra o governo, desde comer carne de vaca a usar calça jeans você perde o seu status songbun e pode ser castigado ao coisas "mínimas" como ser retirado do seu emprego e toda a sua família e futuros familiares serem obrigado a largar os deles também até ser colocado em um campo de trabalho escravo ou morto em praça publica.

Após Yeonmi nos contar toda a sua infância sofrida porém que era razoavelmente confortável para os padrões do país, vemos seu pais ser preso por contrabando e a sua família cai em desespero, pois além de seu status songbun diminuir e todo o resto da família se virar contra eles, a fome que é constante no país aumenta pois a mãe das garotas passa todos os dias na capital usando todo o dinheiro que elas tinham tentando tirar o pai da prisão.Houve momentos que Yeonmi relatava que comia insetos e plantas que as vezes eram até venenosas de tanta fome que estavam, reviravam lata de lixos e uma casca de ovo era uma iguaria na hora do jantar, em partes como essa eu tinha que parar o livro e respirar um pouco.

 Revivi cada passo que demos no deserto de Gobi; me lembrei do rio congelado que tínhamos cruzado para entrar na China e de minhas fugas de atravessadores e gângsteres antes de finalmente conseguirmos chegar à Mongólia.

Então um dia a irmã de Yeonmi decide que vai fugir para a China, que fica do outro lado do rio, mas ela vai sozinha e não esperava por ninguém e a família fica desesperada ao perceber que a as pessoas que a atravessaram fazia parte do tráfico de humanos, mas mesmo assim elas se arriscam a atravessar também, pois nada poderia ser pior do que continuar na Coreia do Norte, e tudo que elas passam lá é extremamente pior, desde estupros diários, a ser obrigada a casar com homens loucos e outras coisas que eu prefiro que vocês leiam para saber, mas Yeonmi se adapta a todo esse sofrimento assim como se adaptou a Coreia.

Eu não posso julgar o livro, pois é uma história real, e também porque eu amei ele demais haha, é uma história tão triste, tocante, você não consegue entender como aquela garotinha sobreviveu a tudo aquilo, cada coisa que ela nos conta sobre a Coreia do Norte, nós encolhemos um pouco mais e sentimos vergonha de reclamar de nossas vidas quando há gente vivendo daquele jeito, a lavagem cerebral que essas pessoas passam é super pesada e você se via momentos que você se perguntava como alguém conseguia acreditar nas coisas que seus ditadores impunham a elas.

O crescimento da Yeonmi quando conseguiu realmente ser livre é maravilhoso, vê-la aprendendo a realmente poder pensar sozinha, sem ninguém a controlando, coisas simples para a gente, com ela eram conquistas grandiosas, recomendo demais esse livro para quem gosta de histórias de superações, ele com certeza entrou para os meus favoritos.

Beijos




Você vai gostar de ler...

32 comentários

  1. Oi, venha aqui me abraçar, porque também sou a louca da biografia. Adoro uma história real, que de alguma forma, nos inspire. Desde as primeiras divulgações deste livro, fiquei interessada e a sua resenha multiplicou por 10 meu interesse no livro.
    Amei
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabis, eu detesto biografias embora já tenha lido muitas rsrs. Mas eu com certeza espero ler essa porque conta além de uma história sobre a pessoa, fala sobre cultura e como é viver em um país ditatorial. Fala também sobre tudo que essa guerreira sofreu e muito mais. Milhoes de beijinhos pela dica. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bom?

    Particularmente não gosto muito do gênero biografia, não me atrai!Mas para você que gosta é um prato cheio hahah.

    Beijos!
    treslivrolatras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Eu só fico a imaginar tudo o que acontece nesse pais e nessas horas que eu dou graças a Deus para morar no Brasil rs Eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas tenho certeza que será uma trama muito tocante.
    bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Sua resenha está boa, a história é bem comovente, forte, mas não é o tipo de livro que me atrai a leitura.
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Esse livro está na minha pilha de leituras há um tempo já. Minha mãe leu e achou maravilhosa a historia de vida dessa garota. Eu já a admirava por conta daquele vídeo que viralizou na web, aí corri para solicitar o livro na parceria, mas acabei não lendo... espero poder me aventurar em breve e conhecer a trajetória dessa jovem tão guerreira.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Já ouvi falar dela... O mundo é uma coisa ridícula, né? Cada coisa...
    A gente vive em uma realidade totalmente diferente e acaba esquecendo que pessoas vivem em situações extremas todos os dias. Eu não sou muito chegado em biografias, mas sempre acabo me interessando por algumas, essa é uma delas!
    Ótimo post! Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Oiii Gabis, tudo bem?
    Menina eu fiquei bastante interessada para realizar essa leitura, porque realmente não conheço a personagem e fiquei feliz de ver que é um biografia adoro demais, um vício na minha estante, dica super anotada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Oi menina, tudo bem? Nunca ahavia visto esse livro antes, mas confesso que gosto bastante de biografias. Nossa, uma refugiada da Coreia do Norte, uau. Quase não sabemos nada a respeito do país, é tão fechado. Imagino que a leitura deve ser bem forte, por conta do que ela deve ter passado por lá. Adorei a indicação, e assim que possível irei procurar.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  10. Oii Gabis, tudo bem? Gostei muito da sua resenha e saber o que achou do livro, pois tenho muita curiosidade em lê-lo. Adoro ler livros de não-ficção, e se ele traz uma história de superação então... fico ainda mais interessada na leitura. Espero poder fazer isso muito em breve e gostar tanto quanto você.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. OOi!
    Realmente o livro parece ser incrível!
    A história deve ser mermo muito tocante e profunda, principalmente por ser real.
    Dica super anotada!

    ResponderExcluir
  12. Olá Gabis,
    Tenho visto muitos elogios para esse livro, dizendo o quanto ele é triste e marcante e, sinceramente, tenho muita curiosidade em ler. Uma das coisas que vi em sua resenha e achei legal foi o livro começar com a moça pequenina e ir evoluindo. Também gostei muito de saber que a autora nos apresenta como é a forma que trabalham por lá, sempre tive curiosidade nesse sentido.
    Sua resenha me deixou muito mais curiosa para ler.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  13. Oi, Gabis. Tudo bem?
    Nossa, eu não sabia da existência desse livro, mas confesso que fiquei bem interessado em ler. Pelo que vi na resenha, além de termos o relato de Yeonmi sobre a sua complicada vida na Coreia do Norte, temos a possibilidade de saber como se desenvolve aquela região,ou seja, os costumes, as crueldades e a forma que se desenvolve o sistema ditatorial da região. Gosto bastante de biografias e com certeza, eu vou me interessar por essa. Acho que o mais complicado vai ser ler todos os relatos triste dessa jovem. Entretanto, eu acho que leitura assim podem contribuir muito com o nosso crescimento. Nos fazem olhar um pouco mais para a nossa vida e perceber que muitas vezes reclamamos de barriga cheia. Não sei quando vou ter a oportunidade de ler, mas vou anotar aqui, pois fiquei muito interessado. Adorei a dica. Muito obrigado. Gostei da resenha também.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Oiee Gabis ^^
    Esse livro é incrível, né? Eu ficava pasma e tensa o tempo todo com os relatos da Yeonmi, principalmente durante as fugas e nos momentos mais tristes. É uma história impressionante, mas terrível também. Tento imaginar quantas pessoas passaram pela mesma coisa, e quantas não conseguiram escapar :/
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  15. OI, tudo bem?
    O livro tem uma história bem pesada, e parabéns a esse guerreira por te suportado e superado tudo isso. O livro parece ser bem interessante, mas não é o tipo de obra que eu costumo lê por causa do gênero, autobiografia nunca funcionou comigo. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  16. Oie...
    Assim como você também não vou julgar o livro, pois ele é uma história real e pela premissa acredito que seria uma leitura que me prenderia, porém, ultimamnete não estou gostando de ler biografias, pois elas são danadas para me causar o que chamamos de ressaca literária.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Nossa, tão nova e tendo que sofrer tanto, fiquei triste agora, talvez não leria simplesmente por ser uma história real, parece que a leitura fica mais intensa. Enfim, adorei sua resenha, ficou bem sincera e boa!

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Eu não gosto muito de biografias, mas quando elas têm uma história assim, acho indispensável a leitura. Eu já conhecia a autora pelo discurso que ela fez na ONU e fiquei simplesmente emocionada com o que ela teve que passar para ser feliz. Dica anotadíssima.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  19. Li poucas biografias na vida. Não sou muito fã. Mas essa parece ser bem tocante.
    Muito legal a sua resenha. Mais uma biografia para minha lista de leituras.

    beijo grande!!

    #Ana Souza

    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  20. Oi,
    Não tenho costume de ler biografias, mas fiquei encantada com a história de Yeonmi. Ela realmente teve uma vida de superação!!
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  21. Oi, Gabis!
    Eu não sou de ler biografias, já até tentei, mas a narrativa não consegue prender minha atenção por isso não sei se leria o livro. Mesmo assim, achei uma leitura muito interessante e super válida. :)

    Beijos,

    Rafa [ blog - Fascinada por Histórias]

    ResponderExcluir
  22. Oie
    adorei o enredo, parece ser uma leitura muito interessante, bela história, e espero poder ler em breve e gostar muito

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Olá Gabs! :D
    Já conhecia a obra e a autora de uma matéria que passou no fantástico e já faz um tempinho que isso aconteceu, já havia até me esquecido desse livro, porém ao ler sua resenha senti vontade novamente de conhecer essa história apesar de saber que com certeza irei chorar muito.

    Beijos e até logo! ;)

    ResponderExcluir
  24. Olá,

    Não sou muito de ler biografias, contudo nunca li nada sobre a Coreia e é um assunto que chama bastante a atenção. Entendo porque não conseguiu "julgar" o livro, pois é fácil fazê-lo quando é ficcional, mas quando é algo que de fato aconteceu fica um pouco mais complicado. Enfim, pretendo sim, ler o livro e espero que seja em breve.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Oie
    Tudo bem?
    Então eu já disse aqui em algum momento que eu gosto de ler biografias quando sou fã ou conheço a persona pois bem abro exceções para historias de vida que acrescentam algo em minha vida.
    Eu não conhecia a obra e definitivamente é um livro que em algum momento eu vou querer ler adorei sua dica de leitura.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  26. Sempre quis saber a história de alguém que vive na ditadura da Coreia do Norte, então não precisa dizer que adorei a sua dica. A história dessa auto-biografia acredito que seja chocante em vários pontos, vou conferir.

    ResponderExcluir
  27. Oie
    Não conhecia a obra e fiquei entusiasmada pela história de Yeonmi. A coreia do norte é conhecida pela forte ditadura e não permitir a intervenção de nenhum país. É um livro muito interessante e sua resenha me cativou de maneira a conhecer a história dessa refugiada.

    ResponderExcluir
  28. Então você também é fã de biografias? Eu amo! Esse livro já estava na minha lista, mas após ler a sua resenha, meu desejo por ele aumentou. A história dessa menina parece ser muito comovente. Imagina uma garota que prefere correr o risco de ser vítima do tráfico humano a continuar em seu país, como aconteceu com a irmã de Yeonmi, só pode significar que a vida neste lugar é insuportável. Ótima resenha!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  29. Olá Gabis =) Eu nunca li uma biografia, e realmente não sei porque. Tem umas que quero ler. Não conhecia essa, mas já tinha visto a capa do livro circulando pela internet. É bom quando encontramos uma história real que inspira. Realmente deve ser difícil jugar esse livro, e é verdade muitas vezes reclamamos por pouco. Adorei a dica, vou procurar ler. Adorei a resenha, lindo blog. Beijos'

    ResponderExcluir
  30. Oi Gabis, sua linda, tudo bem?
    Eu encontrei um vídeo dela no youtube e fiquei muito mal depois de ouvir sua história. Simplesmente não existe uma palavra para descrever tudo o que ela passou e milhares de outras pessoas continuam passando. O que nos deixa com o coração estraçalhado é perceber que nada é feito por eles. Nada está sendo feito para mudar. Acho que esse é um livro que deveria estar na mídia, nas escolas, nas organizações, em todas as casas. Todos precisam ouvir, até que alguém faça alguma coisa. Leitura imprescindível!!!!! Gostei muito da sua resenha!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Gosto de histórias de superação e acho imprescindível que existam livros como esse, que nos alertam de que deveríamos ter vergonha de reclamar da vida. Mas não sou nada fã de biografias, muito menos de biografias com um conteúdo tão pesado, por isso não leria.

    ResponderExcluir
  32. Olá! Me amarro em biografias, curti esse livro e parece ser uma leitura bem intensa e uma lição de vida. Imagino tudo que ela passou, vou procurar esse livro e ler com toda certeza.

    ResponderExcluir