compainha das letras

Resenha: Só Por Hoje e Para Sempre

09:00


Título: Só Por Hoje e Para Sempre
Autor: Renato Russo
Editora :Companhia das Letras
Páginas:168
Gênero: Autobiografia
Nota: 3/5
Sinopse: Entre abril e maio de 1993, Renato Russo passou vinte e nove dias internado numa clínica de reabilitação para dependentes químicos no Rio de Janeiro. Durante esse período, o músico seguiu com total dedicação os Doze Passos, programa criado pelos fundadores dos Alcoólicos Anônimos, que incluía um diário e outros exercícios de escrita. É este material inédito que vem à tona depois de mais de vinte anos em Só por hoje e para sempre, graças ao desejo de Renato de ter sua obra publicada postumamente. Entremeando as memórias do líder da Legião Urbana com passagens de autoanálise e um olhar esperançoso para o futuro, este relato oferece a seus fãs, além de valioso documento histórico, um contato íntimo com o artista e um exemplo decisivo de superação.


Olá pessoinhas, se vocês não sabem um dos meus gêneros preferidos é Autobiografia/Biografia, pois sou uma fofoqueira e adoro saber da vida dos outros (KKK).Então sempre que sai alguma biografia de alguém que eu gosto eu corro para ler, até se for de alguém que eu não conheço eu leio as vezes e sempre me admiro muito com a trajetória de algumas pessoas e como elas tiveram a coragem de colocar aquilo num livro, e a biografia de hoje é nada mais nada menos que Renato Russo, vocês conhecem né ? claro que sim, o cantor daquela banda super famosa e maravilhosa chamada Legião Urbana.
"Talvez meu problema tenha sido justamente me achar especial demais e, para enfrentar o tédio e a estupidez do mundo, utilizar-me das drogas para poder baixar o nível."
O livro é um diário que o cantor manteve no tempo em que ficou na reabilitação contra as drogas e nele tem  os segredos e sentimentos mais obscuros do Renato, ele conta como se sente por dentro, o que ele acha da vida, dos seus familiares e dos seus relacionamentos. Ao ler nos sentimentos como se fossemos amigos do Renato e ele está apenas desabafando com o leitor tudo que ele estava guardando para si mesmo a muito tempo.

Com o livro vemos que toda história tem vários lados e versões, várias polêmicas que acompanhamos do lado de fora como fãs são mostradas na versão de Renato de como realmente tudo aconteceu.Acontecimentos como as apresentações dele que estava embriagado demais ou drogado para se apresentar, começamos a entender o porque coisas como aquelas aconteciam com o cantor.

























Eu gostei muito de saber mais sobre o cantor e o que acontecia de verdade por trás dos show e câmeras que viviam ao redor deles, mas confesso que apesar de ter gostado, em algumas páginas é muito monótono pois Renato era realmente uma pessoa MUITO DEPRESSIVA ,alguns pensamentos,decisões e coisas que ele fazia me deixava bastante angustiada e assustada, tinha uma vontade abraça-lo e depois correr com medo, entende? 

Como o Livro é um diário acompanhamos tudo que ele faz nos dias, algumas partes super legais era as atividades que os médicos da reabilitação pedia para o Renato fazer , algumas listas que eu adoraria fazer e viamos como ele se senia incrompreendido pelo resto do mundo, ele passava a sensação de estar perdido no mundo, que ali não era o lugar dele e a pior sensação que alguém pode ter é de se sentir deslocao, de não pertencer a nada.

"Vida é o que acontece com você quando você está ocupado fazendo planos". - John Lennon

Agora meu ponto preferido foi o trabalho que a Companhia das Letras fez com esse livro, a diagramação está puro amor, muito bem trabalhada, a editora teve o cuidado até de colocar os desenhos aleatórios que o Renato desenhava no seu próprio diário, as anotações nas lombadas, algumas figuras que ele desenhava, letras de música e poemas, isso me deixou realmente encantada e esse livro é um dos que eu mais tenho fotografias pois cada página que eu passava eu achava um encanto e tinha que fotografar.Eu recomendo demais esse livro para quem é fã do Renato ou do Legião, depois dele passamos a ter uma visão totalmente diferente do que tínhamos deles.

Beijos e até a próxima.

Você vai gostar de ler também...

27 comentários

  1. Olá Gabi
    Eu não conhecia esse título, mas adorei poder ler seus comentários a respeito. Fiquei bem curiosa mesmo, especialmente por conta dos detalhes comentados por você. Adorei saber que é em forma de diário e não tenho dúvidas de que a diagramaçao está otima.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gabi. Tenho um dilema com autobiografias e bografias, pois é muito complicado da gente poder entrar de fato na história. Afinal, não podemos criticar ou apontar algo, pois aquilo é vida real. Eu só li uma vez um livro assim, e não me agradou muito. Fiquei sem saber como fazer uma resenha. O formato do livro em diário traz muito mais intimismo pra ela. Eu não sei se leria, sério. Apesar de conhecer o cantor. :/

    http://porredelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabi,

    Eu nunca fui muito fã do Renato Russo e nem de Legião, sempre achei uma imitação brasileira de The Smiths. Mas eu entendo o que ele foi pra uma geração e imagino tudo o que ele passou. Leria por ser biografia, também amo o gênero, mas fico receosa em relação a sobre quem ela é. De qualquer forma, essa capa e diagramação são lindíssimas!

    bjs =) ♡

    ResponderExcluir
  4. Uau! Eu ainda não conhecia o livro e também gosto muito de ler biografias quando elas são interessantes para mim. Embora eu não seja uma fã louca pelo Renato Russo, eu gosto muito das coisas dele, as músicas, a voz, quando o assunto é ele eu sempre me agrado e acho que com esse livro não será diferente. POder ver e saber um pouco mais de como era a vida dele deve ser muito interessante.

    ResponderExcluir
  5. "Talvez meu problema tenha sido justamente me achar especial demais e, para enfrentar o tédio e a estupidez do mundo, utilizar-me das drogas para poder baixar o nível."
    Essa frase pode se aplicar a tanta gente com esse problema ou outros parecidos que nem daria pra contar nos dedos!
    Um livro como esse com certeza é leitura obrigatória e dever de ler eu tenho! E que diagramação, WOW!
    Abraços e beijos da Lady Trotsky!
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Embora essa dica de leitura não me desperte tamanha curiosidade, achei interessante que ela aborda como era algumas coisas como elas realmente aconteciam por trás das câmeras e shows.
    O fato de ser em forma de diário é bem intrigante e a diagramação parece estar maravilhosa.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bom?
    Não sabia dessa publicação do diário do Renato, mas fiquei muito interessada. A edição está bem bonita, um bom trabalho de diagramação. Quanto a esse espírito depressivo do Renato, imagino que realmente torne a leitura um pouco arrastada e que realmente assuste um pouco o leitor rs No mais fiquei bem curiosa para saber a visão do Renato em relação a acontecimentos com fãs e a banda. Sugestão anotada!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Conhecer um dos artistas mais inteligentes do nosso Brasil é uma honra. Uma pena essas pessoas irem embora tão cedo. Eu gosto de algumas musicas dele e fiquei muito curiosa para conhecer como foi a vida dele.
    Amei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  9. Oi Gabi,
    Já tinha visto esse livro, mas nenhum comentários sobre ele. Apesar de parecer interessante e sua resenha deixar isso evidente não é uma leitura que farei. Acho que o livro tem maior força com o fãs do Renato ou para quem tem curiosidade de conhecê-lo, principalmente saber mais sobre essa fase dele.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  10. Essa diagramação realmente parece estar fantástica! Mas, ao contrário de você, não sou nada fã de autobiografias/ biografias. Ser a publicação de um diário talvez chamasse mais a minha atenção, se você não tivesse contado que ele era tão depressivo. Acho que não daria conta da leitura, ainda mais sendo da época da reabilitação contra as drogas, que é um tema que não curto ler.

    ResponderExcluir
  11. Oie!
    O diário entra como uma "biografia" assim podemos dizer, o que é considerado um tema pesado para a leitura, mas com os seus comentários podemos ver que não é assim, e que entramos em contato com o Renato e sentimos o que ele sente, o que parece dar uma sensação de presença.
    O trabalho da diagramação parece estar incrível.
    Beijos,Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá! Há um tempo atrás eu li uma biografia de Renato Russo que não foi essa é tive a mesma sensação que você. A monotonia me incomodou assim como saber o quanto ele era depressivo e até mesmo um pouco encrenqueiro. Por outro lado amei saber que por tras de um artista super conceituado e que tem um inegável talento para música existe uma pessoa de verdade, com neuras como qualquer outra pessoa. Amei! Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi Gabi, tudo bem? Quando eu trabalhei na Nobel li esse livro meio por cima nas horas em que conseguia dar uma espiada pois eu amo o Renato Russo e a forma linda como ele se expressava em suas músicas. Acho que a depressão é algo muito delicado e eu também tenho um diário que uso para desabafar meus pensamentos mais obscuros.
    Ainda quero adquirir um exemplar desse livro para ler com mais calma e claro guardar na minha coleção.
    Bj

    ResponderExcluir
  14. Olá!! :)

    Eu confesso que nunca tinha ouvido falar do livro e não fiquei com muita vontade pois a premissa não me agradou muito! :)

    Ainda bem que gostaste da leitura e de toda essa lista e dos detalhes que enriqueceram a obra para ti! :) Não gostei da forma de diário... Nem da capa ahah Vou passar a dica...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Não costumo escutar Legião Urbana, mas meu namorado é super fã e tenho certeza que ele gostaria bastante desse livro, estou até pensando em dar de presente, rs.
    Não costumo ler biografias, mas tenho certeza que o livro deve ser ótimo já que é em formato de diário e para aqueles que são fãs com certeza vão gostar de conferir os pensamentos do Renato, mesmo que em alguns momentos ele acabe soando depressivo demais. A editora sempre faz um ótimo trabalho, por isso não duvido que a diagramação esteja maravilhosa.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Eu AMO o Legião Urbana. As músicas deles são perfeitas e dizem tantas coisas...
    Porém não gosto muito de biografia. Não vejo graça em ficar lendo como foi a vida de tal pessoa. Tanto que nunca li uma...
    Realmente, por ele estar internado, deve ter algumas partes bem pesadas, pois não deve ser fácil você estar lá...
    A diagramação está bem bonita mesmo. Achei legal a editora ter colocado desenhos que o próprio Renato fez na época.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá...
    Como uma grande fã do Renato Russo quero muito muito muito ler esse livro, já li excelentes comentários pela blogosfera, assim como o seu.
    Já tenho o meu na estante e pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  18. Olá! Acho muito engraçado quem gosta tanto de ler biografias (engraçado tipo legal), talvez porque eu não curta muito o gênero, é bem diferente. Amo Legião Urbana e fico feliz que a Companhia das Letras tenha caprichado nessa edição mesmo que eu não vá ler.
    Beijos, Luana

    ResponderExcluir
  19. OIIII!!!!!!!!!!

    Gaby, tudo bom?

    Olha do Renato ser depressivo já imaginava isso, é bem evidente nas entrevistas, entretanto estou lendo uma biografia e a mesma está tão monótona que nem tão cedo me vejo lendo outra. Fico feliz que a editora tenha colocado todos os desenhos e demais pontos que caracterizaram o autor, pois dessa forma foi preservado a essência do mesmo. Beijos!!

    ResponderExcluir
  20. Olá!!!
    Não curto muito biografias/autobiografias e também pasmem não sou fã do cantor nem da banda então...meu interesse em ler foi bem nula..Por esse motivo dessa vez irei passar a leitura :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/09/resenha-pecados-no-inverno-lisa-kleypas.html

    ResponderExcluir
  21. Oii,
    Eu sou diferente de você, quase não gosto de biografia, mas adoro uma fofocA HEHEHEHE. Eu gosto muito de ouvir as músicas da Legião Urbana, mas não me considero um fã. Minha amiga que é mega fã tem esse livro e já dei umas folheadas, mesmo não gostando de bio e nem sendo fã da banda eu adorei e super gostaria de ler :D

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá amore,
    Vi um dia um marcador de páginas desse livro e confesso que fiquei mega curiosa pela leitura... agora então, com sua resenha... to me corroendo por aqui.

    Beijokas!!!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  23. Olá Gabis,
    Já li esse livro e foi uma obra que me fez refletir bastante, além disso, ela também me fez sentir mais próxima do homem Renato, sabe? O livro tem partes beeem lentas mesmo, pois o Renato parece que tinha um jeito particular de ver o mundo e via tudo com um véu de tristeza.
    Agora, seu gênero favorito é biografia, sério? Isso é novidade rs.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  24. Oi Gabis!!

    Que legal essa resenha, acho que nunca li uma biografia na minha vida. Mas acho que adoraria ler pelo mesmo motivo que você: adoro saber sobre a vida das pessoas e tudo o que elas passaram para chegar até ali.
    Tenho certeza que essa biografia é tão incrível quanto o Renato. Espero poder lê-la um dia e gostar tanto quanto você.

    Beijão!
    Ingrid Cristina
    Plataforma 9¾

    ResponderExcluir
  25. Oie
    Tudo bem?
    Então eu não leio muitas biografias só de pessoas ou artistas que sou muito fã para eu sentir vontade de saber um pouco mais da vida de alguém é necessário que eu tenha algum tipo de vinculo com ele e este é o caso do Renato minha mãe é muito fã do cantor eu cresci escutando e até hoje ela ainda escuta MUITO legião. Acho que essa biografia (que eu ainda não tive a chance de ler) para quem é fan é uma obra essencial.
    Eu adorei saber um pouco mais das suas impressões e com certeza este é um livro que desejo fazer leitura.
    Bju
    Mary Reis

    ResponderExcluir
  26. Oieee, eu também amo ler biografias e autobiografias, mas só se eu gostar muito da pessoa ou se de alguma forma eu acompanhar o trabalho daquela pessoa. No caso dessa, cresci ouvindo Renato, até leria sim, mas não é uma bio que eu teria urgência em conhecer. Parabéns pela resenha, muito bem feita.

    bjs

    ResponderExcluir
  27. Olá,

    Achei essa edição bem bonita, porém não foi um livro que me chamou a atenção. Sei que há muitas histórias a serem contadas, mas esse livro não faz o meu gênero, acredito que os fãs adorarão esse livro, e por algumas resenhas que li os comentários são bem positivos.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir