Resenha : The Duff - Livro x Filme

escrito por - sexta-feira, junho 03, 2016


Título : DUFF
Editora: Globo Alt
Páginas: 328
Ano de publicação: 2016
Gênero: Young Adult
Nota : 4/5
Sinopse: Bianca Piper não é a garota mais bonita da escola, mas tem um grupo leal de amigas, é inteligente e não se importa com o que os outros pensam dela (ou ela acha). Ela também é muito esperta para cair na conversa mole de Wesley Rush - o cara bonito, rico e popular da escola - que a apelida de DUFF, sigla em inglês para Designated Ugly Fat Friend, a menos atraente do seu grupo de amigas. Porém a vida de Bianca fora da escola não vai bem e, desesperada por uma distração, ela acaba beijando Wesley. Pior de tudo: ela gosta. Como válvula de escape, Bianca se envolve em uma relação de inimizade colorida com ele. Enquanto o mundo ao seu redor começa a desmoronar, Bianca descobre, aterrorizada, que está se apaixonando pelo garoto que ela odiava mais do que tudo.



Resenha: Eu demorei um tempo para conseguir escrever algo sobre esse livro, pois ele me tocou profundamente, não por ser um livro triste ou coisa do tipo, mas sim por eu nunca ter me identificado tanto com a personagem principal, no momento não estou apaixonada pelo mais gato e safado da escola, mas qual garota nunca se sentiu a DUFF perto daquela sua amiga um pouco mais bonita e que consegue mais garotos que você?

Bianca Piper não é como qualquer garota do ensino médio, ela odeia festas barulhentas com garotas loiras e altas rebolando a bunda com musica tecno, resumindo ela é a famosa "diferentona”. Mas como suas amigas eram exatamente desse tipo de garota que ela queria distância, ela era obrigada a frequentar semanalmente um clube adolescente de sua cidade chamado "Nest" e é lá onde começa tudo.Wesley Rush é o tipico jogador de futebol americano, rico, gato e com o copo perfeito por quem todas as garotas se encontram totalmente caidinhas,e nessa noite Wesley estranhamente se aproxima de Bianca com a intenção apenas de conseguir conquistar uma de suas amigas loiras,altas e perfeitas.
“- Não seja amarga, - ele disse. - O que estou dizendo é que as garotas, como suas amigas, acham sexy quando os garotos mostram alguma sensibilidade e socializam com a Duff. Então por conversar com você nesse momento estou duplicando as minhas chances de transar essa noite. Por favor, me ajude aqui, e só finja desfrutar da conversa."
Mas a coca-cola de cereja que Bianca joga em Wesley não a faz tirar a palavra "Duff "da cabeça,isso a persegue , o que me irrita um pouco no começo o fato dela não parar de falar um minuto a palavra Duff, acho que se você parar pra perceber tem umas 595 dessa mesma palavra somente no primeiro capitulo, mas não foi só isso que me irritou em Bianca,o fato dela insistir a cada página o quando odeia o Wesley mas continuar dormindo com ele, tudo bem que no começo ela o usou como válvula de escape para seus problemas mas será que dá para dormir com ele sem sair por ai com um cartaz escrito "EU ODEIO WESLEY RUSH?"
"- Eu realmente te odeio, - o assegurei, afastando o edredom e me levantando para recolher as minhas roupas.
- Não deve me odiar muito, - Wesley disse, rodando sobre seu braço para me olhar enquanto me vestia. - Você praticamente se atirou em cima de mim. Normalmente, o ódio não inspira essa classe de paixão."
Mesmo a Bianca sendo uma chata eu realmente adorei o romance dela com o Wesley, sou fissurada por aqueles relacionamentos em que um sempre está irritando o outro, não sei se isso é geral, mas eu acho encantador e muito fofo, e o "relacionamento" dos dois tem muito disso, em um momento estão em amassos selvagens, outros em beijos fofos, mas num passe de mágica estão quase matando um ao outro com um taco de bilhar.
"Vi como o personagem de Wesley se moveu pela tela, fazendo uma espécie de estranha dança de vitória. — Não é justo, — murmurei. – sua espada era maior que a minha. — Minha espada é maior que a de todo o mundo. Lancei o meu controle na cabeça dele, mas é claro, ele se agachou e eu errei. Droga. — Pervertido."

O livro pode passar uma imagem de romancezinho bobo da Disney, mas ele trata mais do que isso, ele traz de um jeito leve e divertido assuntos sérios como alcoolismo e a violência , a depreciação da mulher e do corpo dela e do machismo não só de homens mas também de outras mulheres ao rotular de "vagabunda" qualquer garota  que faz o que bem entender com a sua vida,.Então ao mesmo tempo que ele nos faz rir também nos faz refletir sobre assuntos como esse que acontecem no nosso dia a dia e pode passar despercebidos por ser algo que já levamos como "normal" para a nosso cotidiano.

Agora vamos falar do filme, eu o assisti antes de ler o livro, não consegui resistir vendo ele lá todo lindo me esperando no Netflix, (sim gente, tem lá, então corre pra assistir), ambos são bons, mas são completamente diferentes,  única semelhança é o fato de wesley chamar a B. de duff pois o resto não tem um pingo de semelhança.Se você procura por algo divertido , pra rir, eu aconselho a ver o filme, se quiser algo pra se derreter em fofura e refletir eu recomendo o livro,mas se você for vida loka e quiser rir enquanto se derrete refletindo faça logo tudo de uma vez.

"Eu balancei minha cabeça. - Não se incomode com desculpas, - eu disse. - Não perca seu tempo, porque na verdade, eu sou a Duff. Mas todo mundo também é. Nós todos somos malditos Duffs."

Você vai gostar de ler...

14 comentários

  1. Já tinha lido esse livro e concordo com o que você disse, apesar da mocinha chata rs Ele não é apenas um romance bobo, mas fala sobre aceitação de si mesmo, sem ser excessivamente dramático.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Hellysa
      Ele é uma ótima pedida para quem quer ler sobre algo sério mas com bom humor
      Beijos

      Excluir
  2. Oi, Gabis
    Adorei esse romance leve e fofo, e já vou ler e depois vou assistir (tenho que resistir à Netflix), e já foi colocando na minha lista de desejados.

    Muitos Livros e Sucesso!
    http://booksmagiclove.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana
      Que bom, leia e depois me conta o que achou
      Beijos

      Excluir
  3. Eu assisti ao filme ano passado e adorei, gostei muito mesmo, porém ainda não tive a oportunidade de conferir o livro! Amei sua resenha e saber tua opinião! Acho que irei gostar bastante da leitura também :D
    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada <3
      Se gostou do filme com certeza irá gostar do livro também <3
      beijos

      Excluir
  4. Apesar de ter a história um pouco clichê, todo mundo se identifica com Duff em algum momento da narrativa. Além do mais, eu amo essa histórias de romances bobos em que os personagens estão entre tapas e beijos. rsrsrs. Em parte me identifiquei com a Bianca em relação ao não ser como as outras garotas da escola, já que eu realmente nunca gostei de baladas e saídas, sempre preferi meu cantinho e meus livros. No entanto, ela é meio indecisa sobre o relacionamento, essa parte, definitivamente é bem diferente de mim. rsrsrs.
    Abração. S2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca me identifiquei tanto em um comentário,rsrs
      Realmente a indecisão de personagens como a Bianca me irritam um pouco mesmo eu mesma sendo muito indecisa kkk
      beijos <3

      Excluir
  5. Ooi! Já tinha lido algo sobre o livro, mas mesmo que sua resenha esteja maravilhosa, ele não me atrai. Mesmo que o assunto seja bom para reflexões da vida, eu não creio que a leitura fluiria, porque me irrito com personagens que fazem algo e depois estão se queixando, voltando para a mesma tecla, aí novamente faz aquilo, e aí está o clico, entende?
    Espero que tenha ótimas leituras!
    Beeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, muito obrigada <3
      rsrsrs, te entendo, tem certas coisas em alguns personagens que não conseguimos aguentar.

      Excluir
  6. Olá!
    Esse realmente não é meu gênero de livro, mas achei interessante esse conflito da Bianca de "odiar" Wesley e ainda assim ficar com ele, hahaha
    É meio que loucura...
    Acho que vou preferir dar uma olhada no filme. Passo a bola do livro.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,olha sim, mas o filme é bem diferente e não tem essa coisas gostosinha do relacionamento entre tapas e beijos :(

      Excluir
  7. Oi Gabis, ainda não consegui conferir essa obra, mas já vi o filme e achei bastante divertido. Adorei sua resenha.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Raquel, espero que leia o mais rápido possivel, beijos

      Excluir