Resenha: Ligeiramente Maliciosos

escrito por - quarta-feira, dezembro 23, 2015

OI GENTE, TUDO BEM COM VOCÊS?
Mesmo com o natal aqui não para, que tal conferir mais uma linda resenha?

Titulo: Ligeiramente Maliciosos
Autor(a): Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Ano de Publicação: 2015
Gênero: Romance de Época
Nota: 4/5
Sinopse: Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima.
Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor.
Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith.
Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora?
Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro. (SKOOB) 

Como a sinopse já fala, dessa vez a história de de Judith e Rannulf, e um pouco diferente do primeiro livro Ligeiramente Casados que já tem aqui a resenha, este livro pega fogo do inicio ao fim. E uma delicia acompanha todas as loucuras que esse casal passa.



Judith é filha de um pastor, com mais três irmão, um deles, Branwell, que está para levar sua família a ruína com tantas dividas, num ato desesperado seu pai pede ajuda a sua irmã mais nova, por ter uma vida mais confortável e ser rica, ela aceita pagar as dívidas e ajudar o irmão em troca de que uma de suas filhas vá para casa dela para ajudar a cuidar da mãe deles que já está em uma idade avançada.

Judith que passou a vida toda ouvindo que era a mais feia, a que tinha muitas sardas e um cabelo cor de fogo, a cor do diabo, aceita ir para casa de sua tia, numa tentativa vil de ajudar sua família. Sabendo que a partir do momento que chegasse a sua casa jamais iria poder sonhar com o amor, ou um casamento e principalmente uma família, seria uma mera solteirona.


"Ele não tinha a menor intenção de se casar. Acabara de completar 28 anos. Quando estivesse pronto, ele escolheria a própria noiva."

Rannulf Bedwyn é um homem já feito, herdeiro da fortuna de sua avó, e mulherengo, diga-se de passagem, sempre fugindo das garras da pobre senhora que é doida para lhe ver casado, só que isso é a última coisa que ele quer no momento.

Porém, apaixonado por sua vó, ele cede a mais um de seus caprichos e aceita viajar até ela para conhecer mais uma de suas “pretendentes”, e justamente nessa viajem que tudo pode mudar em sua vida. (afinal as coisas só aparecem quando não estamos procurando, não e mesmo?!)




Quando a verdade vem a tona, uma serei de dúvidas, incertezas e tensões surgem entre eles, alguns fatos que sinceramente me fizeram rir muito, outros que ficava totalmente perplexa de como pode haver pessoas ruins por ai, mas acima de tudo, era relaxante ler esse casal se conhecendo, e acima de tudo, se autoconhecendo.


 "Gosto do modo como ergue o queixo, como se desafiasse o mundo a mostrar o que tem de pior. Acho que é nesses momentos que a verdadeira Judith Law sobe ao palco."

Bom, eu sou leitora ávida de romances de época como já devo ter mencionado em algum momento, então creio que posso falar o que gosto ou não. Apesar deste já começar muito mais animado, muito mais direto do que o Ligeiramente Maliciosos, ainda sinto um tom muito sério na escrita da Mary Balogh, o humor é guardado para poucas cenas. 

O que mais gostei é que em momento algum a personagem principal que é a Judith, se coloca como a mocinha, vítima que necessita do príncipe do cavalo branco para sempre salvar ela. Na verdade acaba que ela é muito mais forte do que imagina e independente, não se submete a qualquer um, está sempre disposta a lutar e a defender o que acha certo.


"Uma coisa se tornara terrivelmente clara para ele no decorrer do dia: não poderia se casar com a jovem Effingham."

Apesar de demorar um pouco para me conectar com a história eu gostei muito. É bem elabora, a diagramação não deixa a desejar, as páginas amareladas (e claro todos sabem que é bem melhor), a revisão ortográfica e sempre impecável. No sumo geral recomendo mesmo o livro, e uma leitura que dificilmente irá se arrepender.




 O terceiro livro, Ligeiramente Escandalosos, já se encontra nas livrarias e conta a história de Freyja, a irmã mais doida dessa família devo avisar, e estou ansiosa para poder ler e vim correndo contar para todos as minha impressões do livro, confesso que já dei uma olhada em algumas partes e já estou apaixonada, rs. Assim que eu lê-lo na integra volto aqui para continuar a contar a história dessa família que aos poucos está me deixando apaixonada.

Espero que tenham gostado.
Beijinhos e até a próxima.








Você vai gostar de ler...

27 comentários

  1. Oi Kah, tudo bem?
    Eu gostei bastante desse 2° livro da série! Achei bem melhor que o 1°!
    Adorei a Judith e a história deles é muito divertida!
    Já li o 3° livro que fala sobre a Freyja e gostei bastante também! Espero que você também goste!

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Maiara,
      Pois na verdade eu adorei o primeiro, não que o segundo eu não tenha gostado, sim gostei mas não sei o primeiro me encantou muito mais, já dei umas lidas no terceiro e pelo que li, acho que vou gostar sim, mal vejo a hora de poder ler.

      Beijos

      Excluir
  2. Olá, tudo bem?
    Confesso que não sou o maior fã desse tipo de literatura, mas aprecio que é. O que mais me despertou o interesse nesse foi o fato de a mocinha não ser tão mocinha assim e se impor como mulher forte, apesar da época, e creio que toda mulher deveria ser assim. haha. Esse livro me lembrou um dos livros da série Wherlocke (só não me lembro qual volume porque faz tempo que li) e também me fez pensar no patinho feio, porque ela não é tida como a mais bonita... enfim, adorei sua resenha.

    Att,
    decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedro tudo bem e com você?
      Poxa gostei do seu comentário, apesar de não ser fã do gênero, soube apreciar os pontos positivos, muito obrigada pela sua visita, e pelo seu comentário, concordo em tudo que disse nele.

      Beijos

      Excluir
  3. Não conhecia a série, mas me envolvi com sua resenha.
    Pelo que descreveu já sei que vou gostar da Judith, gosto de mulheres fortes.
    Parabéns pela resenha.
    abraços kah.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii
      Se não conheceu, procure conhecer, sei que vai amar, Judith e totalmente diferente destas mocinhas indefesas de muito livros que vemos por ai, espero que leia e que goste.

      Beijos

      Excluir
  4. Já ouvi falar da série, mas nunca a li, embora eu tenha ouvido falarem muito bem da mesma, ainda não tive uma certa curiosidade para ler tal.

    Frases, Trechos & Pensamentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A e uma pena, e uma otima leitura, mas lhe entendo, cada um lê o que lhe atrai né? Quem sabe um dia sua opinião não mude, não e mesmo?

      Beijos.

      Excluir
  5. Olá!

    Como é romance de época, com certeza não o lerei, porque não é meu gênero favorito. Mas, sua resenha ficou bem explicada, então, quem sabe um dia eu deixe o preconceito de lado e o leia. Parabéns pela resenha, muito bem feita!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Não precisa ter preconceito, e um romance como qualquer outro, o mundo está precisando disto, acredite, espero que de uma chance e que goste, e acima de tudo quebre este preconceito.

      Excluir
  6. Olá, adorei a resenha. Já estou com muita vontade de ler apesar de nunca ter ouvido falar dele, também adoro livros de época. Esse já vou ler agora em 2016. Amei!!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Daniela,
      Nossa fico realmente feliz em ler isto, que você já vai procurar ler ele agora em 2016, leia mesmo, tenho certeza que vai amar, eu sou louca por romances de época então sou meio suspeita para dizer. rsrs

      Beijos

      Excluir
  7. Olá, eu já li o primeiro e o terceiro da série, ainda não li esse segundo mas quero ler logo. Realmente, a autora tem um estilo diferente das outras autoras de romance de época.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI,
      poise o terceiro e o único que ainda não tive a oportunidade de ler, espero em breve ler, e realmente como eu disse, Mary tem um jeito mais sério de expor as coisas, mas não deixa de ser muito bom acompanha sua leitura.

      Excluir
  8. Oi ^^
    Ainda não tinha ouvido falar a respeito deste livro.
    Admito que não me interessei muito pela proposta dele, mas conheço uma pessoa que vai AMAR a indicação. Já anotei para repassar para minha amiga <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii^^

      A e uma pena que não goste, mas já ganhei sabendo que conhece alguém que vai gostar e que anotou para falar com ela, espero que quando a pessoa ler, goste assim como eu gostei.

      Beijos

      Excluir
  9. Resenha fabulosa, mas, ao contrário de você, não sou leitora de romances de época, não fazem meu estilo, já tentei, mas vi que não é para mim...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da minha resenha, fico feliz com isto.
      Realmente e uma pena você não gosta, pois e ótimo o livro.
      Beijos

      Excluir
  10. Oi Ka
    Adorei seu blog, resenha muito bem explicada,não sou de ler muito romance de época, me pareceu muito interessante.
    Beijos
    Biblioteca Desajeitada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI tudo bem?
      A muito obrigada por ter gostado do meu blog, e ter achado minha resenha bem explicada, e sempre bom ouvir isto, e uma pena que você não leia muito romance de época, mas quem sabe um dia não leia esse né? Espero que goste.
      Beijos

      Excluir
  11. Oii!

    Como você já sabe, eu Viciei em romances de época! Mas ainda não li todos. O problema deles é que os que eu mais me interesso não são únicos. E o meu espaço como faz?
    Essas mocinhas independentes são as melhores e dão sempre um up na história. Estou enjoada de mimimi já HAHAHA.

    As fotos e a resenha estão ótimas!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii aninha,
      Sei muito bem como e isso, sei pelo que passa já que eu passo o mesmo, kkkk.
      A espaço eu sempre arrumo, não consigo deixar de ler. Kkkkk
      Obrigada pelo elogio querida.

      Beijos

      Excluir
  12. Olá
    Não leio romances de época por não ser bem meu gênero mas que bom que gostou da leitura, é uma ótima dica para quem curte

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Gosto muito de romances de época, mas ainda não li nenhum desses. Simpatizei muito com a Judith. Gostei do fato de ela não se colocar como vítima, como a mocinha que precisa de um marido. Fico feliz que a revisão seja impecável, livros com erros me incomodam bastante. Adorei a sua resenha!

    ResponderExcluir
  14. Oi Ká!
    Bom tu sabe que eu não gosto de romances né!!! Sabe que eu sou a pessoa mais chata que existe quanto ao gênero que eu leio...mas...caramba tu me convenceu aqui!!!!

    Adorei a premissa e tua resenha só me deixou ainda mais curiosa!!!

    Tá booom, desta vez tu ganhou e eu vou ceder à curiosidade e colocarei na minha lista!!!!!

    Parabéns pela linda resenha, como sempre!!!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi De!!

      Aeeee finalmente consegui lhe convencer de ler algum livro da minha prateleira, kkkk.

      Espero que leia mesmo e que goste, e me conte tudo, porque eu sei que você vai me contar. :P

      Obrigada pelo elogio, e que bom que minhas resenhas lhe agradão.

      Beijos.

      Excluir
  15. Eu fiquei muito interessado nessa série, principalmente nesse volume, mas não posso começar um série agora, mas eu irei ler este quando puder, pois amo ruivas!!

    Abraços e até!!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir