drama

Resenha: Eu Estou Aqui

09:00


Título: Eu Estou Aqui
Autor(A): Clélie Avit
Editora: Fabrica 231
Ano de Publicação: 2016
Páginas: 288
Gênero: Drama/ Romance
Nota: 4/5
*Obra cedida em parceria com a editora*
Sinopse: No cenário frio e asséptico de um hospital surge a paixão entre Elsa, uma montanhista em coma há cinco meses depois de cair durante uma escalada, e Thibault, que se refugia no quarto da moça, por não querer visitar o irmão, o motorista bêbado que causou a morte de duas adolescentes num acidente automobilístico.
Delicadamente composto, o romance mostra o envolvimento gradual entre dois personagens cuja comunicação se dá instintivamente. Enquanto Thibault pode conversar e incentivar Elsa a retomar o domínio de suas ações, a jovem ouve, percebe e sente toques em seu corpo, mas não tem como comunicar seus desejos e anseios. Os dois passam a se conhecer tanto pelo que transmitem um ao outro – Thibault em suas confidências, Elsa tentando demonstrar que corresponde a seus estímulos – quanto pelo que os amigos da montanhista comentam a respeito do rapaz ou falam a ele sobre Elsa. Junto da moça em coma, Thibault sente-se tranquilo e protegido da revolta contra o irmão, internado em estado grave no mesmo hospital. Elsa, embora cercada pela família e por amigos, se entusiasma com a ousadia de Thibault, que não se acanha em beijá-la. E quando os parentes discutem a possibilidade de desligar os aparelhos que a mantêm viva, é com ele que Elsa conta para lutar por sua própria sobrevivência.
Narrado em primeira pessoa, alternando os relatos dos dois protagonistas, Clélie Avit consegue abordar problemas universais e atuais, como eutanásia, violência no trânsito e alcoolismo. As novas famílias urbanas também se superpõem aos laços biológicos. Thibault acompanha a mãe ao hospital, mas se recusa a enfrentar a situação do irmão, à beira da morte por um desastre causado por irresponsabilidade.

Confesso que ainda não sei bem como falar deste livro para vocês, estou me encontrando em um misto de gostando e não gostando, pendendo mais para gostar, sei que parece confuso mas acreditem, está mil vezes mais confuso para mim, mas prometo que irei me esforça ao máximo para conseguir expor para vocês como está história me deixou tão confusa.

O livro foi cedido em parceria com a editora Rocco, foi minha primeira solicitação com eles e foi um tiro no escuro, gostei da capa e da sinopse então pedi, não me arrependo apesar de estar confusa, gostei da leitura, ela é muito fluida e coerente, mas antes que eu fique falando do dos meus “achismos” vamos apresentar os personagens não é mesmo?

O livro conta a história de Elsa, uma montanhista que está em um estado de coma profundo já a cinco meses, depois de sofrer um acidente não conseguiu acordar mais e vive neste estado vegetativo, deixando sua família em um estado que não sabe mais o que fazer e médicos querendo desistir dela dia após dia.
"É muito louco ver o que podemos entender de nosso corpo quando estamos em coma. Entendemos realmente que o medo é uma reação química."
Do outro lado da história conhecemos Thibault, um ecologista que está no hospital para visitar seu irmão depois de sofrer um acidente, que acaba não visitando, pelo motivo do acidente, ficou profundamente decepcionado com o irmão e não se sente pronto para o ver ainda, fazendo com isso sair perambulando pelo hospital até que acidentalmente entra no quarto de Elsa.

Após este “acidente” ele se sente ligado a ela mesmo que nunca tenham conversado ou se conhecido antes do fatídico acidente dela, e com isso começa sempre que possível visita-la e tentar descobrir cada vez mais quem é aquela pessoa que se encontra na cama em estado vegetativo.


Com o passar do tempo Thibault não consegue mais se desconectar de Elsa e gostaria de encontrar uma maneira de acorda-la e finalmente conhece-la, claro que nem tudo são flores, na verdade nesta história não se encontra muitas flores, e drama do início ao fim rs.

Com uma escrita alternada entre Elsa e Thibault, porque sim meus leitores, a autora conseguiu fazer com que a gente tenha uma visão de ambos personagens, conseguimos entender o que ambos estão sentindo, pensando e achando de tudo que acontece ao seu redor, o que para mim sempre é mais do que bem-vindo.
"Não, eu estou calmo! Preciso mesmo é raciocinar. Julien tem razão.
Estou amando uma garota em coma."
O final foi lindo, acho que se antes eu estava confusa como disse no início desta resenha, agora não estou mais, na verdade agora sei, eu adorei o livro, imagino que estava precisando colocar para fora meus pareceres para conseguir chegar a uma definição. E a definição é esta, eu gostei muito.

Neste livro você vai encontrar amor, tristezas, superações, desavenças, respeito, amizades, felicidades. Na verdade, é um misto constante que encontramos na leitura. Nunca ficamos com a mesma sensação por muito tempo, adoro isso.


O livro publicado pela Fábrica 231 é o primeiro a ser publicado no Brasil por essa autora, francesa, ela nos traz sensações que talvez tenhamos esquecido ao longo do tempo, e mostra que precisamos dar valor em cada minuto que tempos, pois nunca saberemos qual será o último minuto.

Confesso que encontrei alguns erros ortográficos, mas nada que vá prejudicar a leitura, em absoluto, as letras são em um tamanho muito agradável e confortável para se ler, as páginas amareladas? Bom, estas são o amor eterno de todo bom leitor não é mesmo? Uma diagramação muito bem-feita, e uma capa que tem muito a ver principalmente com o final do livro.

Bom gente, espero que tenham gostado, entendido, e quem sabe se encantado com está resenha e indicação estou fazendo, como sabem, não curto muito me aprofundar na história com receio de soltar algum spoiler indevido, mas adoro expor o que senti com cada leitura, e está me deixou numa ressaca maior do que a da qual estava quando iniciei a leitura, mas valeu a pena, espero que para vocês também valha.

Beijinhos





Você vai gostar de ler também...

9 comentários

  1. Oi, Kah!

    Já li outras resenhas sobre esse livro e todas falam muito bem. Parece que a autora vem caindo nas graças nos leitores brasileiros.
    O problema é que eu ainda não consegui querer ler esse livro... rs.
    QUem sabe no futuro?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Kah, quero muito ler esse livro, a história me chamou muito a atenção e algo nessa capa que tbm gosto bastante. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Fiquei completamente apaixonada por esse livro. O enredo se desenvolve super bem e estar na cabeça da Elsa me dava tanto desespero que eu nem sei.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oiii Kah, tudo bem?
    Menina que resenha mais incrível menina, eu gosto desse suspense tudo e esse drama, a história despertou muito meu interesse amiga, parabéns pela resenha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Genteeeee que livro é esse? Amei a premissa do livro. Estou a procura de livros assim sabe? que contem histórias novas. VOu correndo comprar. Amei a resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu também fiz minha primeira solicitação da Rocco e não senti confusão, pedi o livro pela capa e me arrependi, não curti muito. Sobre o livro eu estou aqui, tinha visto a sinopse e não havia me interessado tanto, me fez recordar filme sessão da tarde, sua resenha ficou formidável, bem escrita e sentimental, mas mesmo assim, ainda não me interessei pelo livro.

    ResponderExcluir
  7. Eu não gostei muito da capa e fiquei no misto de querer ou não querer ler pela sinopse, então entendi seus sentimentos de não saber se gostou ou não.
    Que bom que a leitura funcionou para você, mas mesmo depois das suas opiniões, ainda não tenho certeza se quero ler o livro. Acho que muito por estar tentando fugir de mais dramas do que os que me aguardam na pilha de livros que tenho prazo para ler. quem sabe mais para frente?
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  8. oi, Kah. Menina, essa leitura te desconcertou hahahaha
    pior que eu costumo gostar de leituras assim, que me fazem perder o chão e ficar confusa...
    a premissa dele me despertou interesse... espero ler e apreciar...
    bjs...

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Eu realmente achei tudo muito confuso enquanto lia a sinopse. Creio que comecei a entender as coisas pela sua resenha, mas ainda acho confuso hahahaha Mesmo assim parece conter todo aquele drama deste tipo de livro.

    http://euinsisto.com.br

    ResponderExcluir